Stock: Piloto da Terra Racing venceu com mais de 11 segundos de vantagem

O paranaense Tarso Marques, da equipe Terra Racing, conquistou neste domingo (dia 3) sua primeira vitória na temporada 2007 da Copa Nextel Stock Car, a segunda na categoria desde que estreou no ano passado. O piloto, que nunca havia corrido antes no circuito Orlando Moura, em Campo Grande (MS), largou na pole e liderou de ponta a ponta a 3ª etapa.

Tarso venceu com 11s974 de vantagem para o segundo colocado, o paulista Thiago Camilo, que se tornou o novo líder do campeonato, com 40 pontos. Marcos Gomes completou o pódio, chegando em terceiro lugar.

A festa da equipe Terra Racing só não foi maior em virtude do toque que o paulista Felipe Maluhy levou de Pedro Gomes no início da corrida. Maluhy perdeu algumas voltas tentando sair da brita, mas voltou para a pista e encerrou a prova na 27ª colocação. Pela atitude antidesportiva, Gomes recebeu bandeira preta e foi excluído da etapa.

Fora das confusões, Tarso Marques disse ao final da prova que se engana quem pensa que ele teve vida fácil no circuito sul-mato-grossense. “O começo da prova foi muito difícil. O Thiago (Camilo) estava muito rápido e acredito que vinha sofrendo bastante pressão do Marcos (Gomes). Meu carro estava um pouco lento e eu quase escapei, porque ele estava saindo bastante de traseira”, contou o paranaense.

“Mas a partir da segunda metade da corrida, o carro foi perfeito. Estávamos fortes e consistentes”, lembrou. “De ontem para hoje, mudamos bastante o carro e felizmente seguimos o caminho certo. Foi um dia perfeito para a equipe. Eles fizeram um grande trabalho”, agradeceu o piloto.

“Para mim, era muito importante marcar pontos, porque eu zerei nas duas primeiras corridas e meu objetivo é estar entre os 10 para chegar ao Playoff e brigar pelo título. Esses 25 pontos foram preciosos”.

Já o companheiro Felipe Maluhy terminou a prova inconformado com o toque que levou. “Ele (Pedro Gomes) me tirou da pista descaradamente e acabou com o meu final de semana”, lamentou o paulista. “A punição durante a prova é o mínimo que pode acontecer. Na minha opinião, ele deveria sofrer algo mais severo na próxima etapa, talvez perder 10 posições no grid. Ter sido excluído só dessa prova acaba não saindo tão caro para quem teve uma atitude como esta”, frisou.

A 4ª etapa da Copa Nextel Stock Car será realizada dia 17 de junho, em Interlagos (SP). “Vamos para a próxima corrida pensando no campeonato. Falar em vitória novamente é muito difícil, porque a categoria tem 30 pilotos com chances de ganhar, mas espero estar bastante competitivo”, completou Tarso.

Maluhy, que foi segundo colocado em São Paulo na abertura do campeonato, também torce por um final de semana melhor. “Tivemos um bom carro na 1ª etapa em Interlagos. Vamos trabalhar para brigar entre os primeiros”, finalizou.

Tarso e Maluhy dividem agora a sexta posição no campeonato, ambos com 25 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *