Stock: Pista suja e pedriscos preocupam Guto Negrão em Campo Grande

Foram apenas algumas voltas de “scooter” pela pista. Mas suficientes para deixarem as já grossas sobrancelhas do piloto Guto Negrão (Medley) com aspecto ainda maior de preocupação. Segundo ele, o piso do Autódromo Internacional de Campo Grande estará distante das condições ideais de aderência quando os carros saírem dos boxes nesta sexta-feira para os treinos livres que abrem a terceira etapa da temporada.

“Há muita poeira no traçado, como é rotineiro no primeiro dia em Campo Grande. Mas o maior problema são as modificações introduzidas nas zebras. Fizeram uma espécie de prolongamento com material que parece aquele usado para tapar buracos nas ruas. Depois que os carros começarem a passar por cima, aquele asfalto vai começar a se desfazer e soltar pedriscos”, avisou Negrão, que chegou nesta quinta-feira a Campo Grande disposto a voltar para casa no domingo com uma vaga entre os 10 melhores do campeonato.

A tranqüilidade da quinta-feira só foi quebrada pelo vaivém dos mecânicos, atarefados com a conclusão da montagem dos boxes e dos carros. Os chefes de equipe começaram a definir também com os pilotos as estratégias para os treinos de amanhã. Afinal, depois dos ensaios livres de 45 minutos para cada um dos dois grupos, todos retornarão para a primeira tomada classificatória conjunta de 90 minutos. Com a perspectiva de tempo firme por todo o fim de semana, no entanto, a posta deverá estar bem mais rápida na segunda, no início da manhã do sábado. No mesmo dia, os 10 mais velozes decidirão a pole na superclassificação.

O atual bicampeão Giuliano Losacco tem boas lembranças do autódromo, incluído no calendário da Stock Car em 2002. Foi nesta pista que ele assegurou matematicamente o título de 2004. A exemplo de grande parte dos colegas, o atual terceiro colocado na classificação fez o reconhecimento do traçado em cima de uma motinho. Losacco já está totalmente recuperado dos problemas de saúde que o prejudicaram na segunda etapa, em Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *