Stock: Problema elétrico deixa Losacco a pé em Interlagos

“Em casa”, bicampeão aposta em nova sorte na segunda etapa.

Giuliano Losacco teve um dia atípico em Interlagos na etapa de abertura da temporada 2010 da Copa Caixa Stock Car. O problema elétrico no motor que atrapalhou seu final de semana de estreia na Flash Power Racing apareceu antes mesmo de o carro alinhar no grid e o obrigou a largar dos boxes. “Já na volta de aquecimento senti que o motor estava falhando demais”, lamentou o bicampeão da categoria em 2004 e 2005.

A vitória em Interlagos foi de Max Wilson, que conseguiu passar Cacá Bueno na volta 13 durante o reabastecimento e contou ainda com um pneu furado do rival para ganhar a sua segunda prova na Stock Car. O pódio foi completado por Átila Abreu e Nonô Figueiredo, que saiu da 21ª posição do grid.

Apesar dos problemas, Losacco e a equipe Flash Power Racing não desistiram de colocar o carro na pista até o último momento. Mesmo com representantes da empresa responsável pela preparação dos motores debruçados sobre o carro, os boxes já estavam fechados quando os trabalhos foram concluídos. Após a largada, no entanto, o problema persistiu e Losacco voltou a recolher o carro para a garagem.

“O motor dava uns trancos, cortava a potência e não era possível acompanhar os caras. Ainda não sabemos exatamente o que aconteceu”, explicou o piloto, 24º colocado no grid, após completar apenas três voltas antes de abandonar definitivamente já na segunda metade da prova. Nesse meio tempo, a equipe dirigida pelo uruguaio Mico Lopes lutou em vão para encontrar a solução do problema. “A gente tentou deixar o carro de um jeito que desse para retornar e ganhar quilometragem. Estou em uma equipe nova e o máximo que eu pudesse andar seria bom para o futuro”, justificou Losacco.

Na próxima etapa, dia 11 de abril em Curitiba, Losacco espera começar de vez o campeonato. “Claro que é chato passar tanto tempo dentro do carro esperando para saber se um problema será resolvido, mas não sou de desistir fácil. Estou contente por estar aqui e a partir de agora a tendência será melhorar. Em Curitiba vamos estar em casa e temos tudo para melhorar o que não fluiu bem neste fim de semana”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *