Stock: Problema no motor tira Felipe Gama da prova em Brasília

Carro foi recolhido aos boxes antes mesmo da largada em razão da queima da junta do cabeçote.

Felipe Gama foi o primeiro a cumprimentar Hoover Orsi pela vitória e pela classificação assegurada para o playoff na etapa de Brasília (DF), a oitava do ano, disputada neste domingo (23). Mas ele não teve a chance de disputar a prova mais movimentada da temporada. Antes mesmo de partir para volta de alinhamento, viu a falta de sorte persegui-lo mais uma vez. Queimou a junta do cabeçote do motor e ele precisou recolher para os boxes.

O problema tirou as pretensões do piloto, que esperava terminar entre os dez primeiros, considerando que a prova de Brasília é sempre movimentada, cheia de acidentes e com um traçado propício às ultrapassagens. Um bom exemplo de que era dia de marcar pontos foi dado por seus adversários. Largando apenas três posições à frente dele, em 25º, o gaúcho Juliano Moro levou seu carro ao quinto lugar. E partindo ainda mais atrás, em 36º, o paranaense David Muffato beliscou uma sexta posição.

“Nós sabíamos que seria uma corrida com uma série de mudanças e que dava para avançar. Pelo que concluímos na tomada de tempo, o carro estava em boas condições e era possível buscar os primeiros colocados. Foi uma pena o que aconteceu e saio daqui muito chateado”, lamentou Felipe Gama. Na corrida anterior, em Curitiba, ele também havia abandonado na volta de alinhamento por um problema na junta homocinética. A próxima etapa será no dia 14 de outubro em Buenos Aires, na Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *