Stock: Punição tira pontos importantes de Marcos Gomes em Santa Cruz do Sul

Dolly-Action Power não foi informada com rapidez sobre o motivo da punição e o piloto optou por ficar na pista – o que resultou na exclusão.

O sexto lugar na bandeirada, depois de uma ótima corrida para quem partiu em 11º, não pôde ser comemorado por Marcos Gomes. Cinco voltas antes, ele havia sido excluído da corrida por não ter cumprido uma punição por excesso de velocidade nos boxes, numa história que chamou a atenção na quarta etapa da temporada da Stock Car, disputada neste domingo (17), em Santa Cruz do Sul.

Tudo começou quando a direção de prova anunciou a punição do piloto da Dolly-Action Power sem informar inicialmente o motivo pelo qual ela havia sido aplicada. Quando foi chamado pelo rádio, Marcos Gomes já era o sexto colocado na corrida e pensou se tratar da manobra que resultou num toque dele em Valdeno Brito. “Na hora, não falaram o motivo para a equipe”, reclamou.

“Eu achei que era por causa do toque no Valdeno Brito, que eu não pude evitar por ter sido atingido por trás pelo Enrique Bernoldi, então decidi não parar porque, se fosse isso, sabia que não era minha culpa. Fiquei na pista e quando eu já estava tomando a bandeira preta avisaram o time que era por excesso de velocidade nos boxes. Mas aí não dava para fazer mais nada”, lamentou o atual vice-campeão da Stock Car.

O incidente foi causado por uma falha no limitador de velocidade e atrapalhou uma bela corrida de Marcos Gomes em Santa Cruz do Sul. Ele fez uma ótima largada, o time trabalhou bem nos boxes e ele acredita que certamente estaria entre os seis primeiros, não fosse a exclusão. “Chegaria entre os seis, fácil. O carro não estava tão bom, principalmente nas curvas de alta, mas era o suficiente para eu me manter”, contou.

Seu companheiro de equipe, Tarso Marques, trocou o motor na véspera em função de um problema que lhe tomava 10 km/h na reta e que o havia colocado em 22º no grid, fazia uma boa prova e já estava na zona de pontuação quando um defeito antigo voltou a incomodá-lo em Santa Cruz do Sul. A roda traseira direita se soltou por causa de um problema na porca – algo que aconteceu todos os dias com uma série de equipes.

“Foi uma pena, porque este motor novo estava melhor e eu estava fazendo uma boa prova, ia pontuar”
, afirmou Tarso Marques. Com o início das paradas de boxes, o paranaense já estava entre os quinze primeiros quando precisou parar. “Eu vinha bem, tinha até escapado do acidente na largada, só vi pedaços de carro voando por todos os lados”, lembrou. “Mas agora é pensar em São Paulo”, concluiu.

A próxima etapa do campeonato está marcada para o dia 5 de julho em Interlagos (SP). A pista é uma das preferidas de Marcos Gomes, que já venceu lá três vezes. “É um circuito que eu gosto muito e com certeza isso cria uma expectativa positiva tanto para mim quanto para a Dolly-Action Power. Nosso objetivo é seguir melhorando e evitar os erros para brigar por vitória em breve”, acrescentou Marcos Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *