Stock: Qualicorp Racing tem final de semana positivo

Na Copa Chevrolet Montana, Navarro foi quinto e Rodrigo Sperafico oitavo na Corrida do Milhão

Mostrando força em todo o fim de semana, a Qualicorp Racing andou nas primeiras posições desde o primeiro treino até a chegada nas duas corridas neste domingo. Largando da primeira fila na Copa Chevrolet Montana, Rodrigo Navarro impôs um ritmo forte e chegou a liderar a quinta etapa, em Interlagos, mas o desgaste do pneus impediram a primeira vitória do paulista nas voltas finais.

“Nós tínhamos um carro muito rápido no começo e sabíamos que pro final teria uma condição mais difícil, mas não entrou nenhum safety car que seria uma situação, onde polparíamos os pneus. Alguém tem que ganhar, alguém não ganha. O resultado foi bom porque mostra o equilíbrio da equipe, pois ficamos em quinto em uma corrida que eu era terceiro até a última volta, mas o pneu traseiro deteriorou muito apareceu a lona e na hora que eu freei o carro deu uma traseirada não tinha mais como segurar e me segurei para não rodar, mas aí o Leite já tinha colocado do lado e o Welligton tava atrás dele, então é melhor perder duas posições do que de repente dar algum toque ou batida na última volta e não fazer ponto nenhum”, descreveu Navarro.

Para Navarro, o resultado da Qualicorp Racing foi muito positivo, onde uma categoria como a Stock Car e a Copa Montana em uma classificação, onde oito carros estavam dentro do mesmo décimo. “Acho que isso só em circuito oval acontece, então isso demonstra o equilíbrio e competitividade das duas categorias, nós conseguimos no final de semana colocar o carro sempre entre os cinco primeiros, largar na primeira fila, o que é muito importante. O Sperafico está de parabéns fez um trabalho maravilhoso e é isso é dar uma lavada na alma, onde a gente sai de uma fase meio difícil, onde alguns resultados não vem”, lembrou.

Na Stock Car, o vice-campeão de 2007, Rodrigo Sperafico, largou na quinta posição, mas foi bloqueado pelo líder do campeonato, Atila Abreu, e perdeu muitas posições na largada. “Na largada, perdi várias posições, pois tomei uma fechada e até o primeiro pit stop o carro tava bem equilibrado e eu já estava entre os seis primeiros. Fizemos o pit, saímos entre os seis primeiros, mas o carro não rendeu o que a gente esperava e não consegui manter o ritmo até a final, perdendo mais algumas posições. Mas o importante foi ter chegado nos pontos, porque o objetivo era esse mesmo, fazer pontos. Lógico tentar a vitória é sempre importante, mas está faltando a gente evoluir um pouquinho o carro e vamos tentar tirar essa diferença que tem para os primeiros lá em Campo Grande.”

Com apenas duas etapas pela Qualicorp Racing, Rodrigo Sperafico disputa a próxima etapa, daqui 15 dias em Campo Grande, com chances de garantir uma das vagas para o playoff decisivo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *