Copa Chevrolet Montana: Diogo Pachenki vence em interlagos

Foi a primeira conquista do paranaense nesta temporada

O piloto paranaense Diogo Pachenki, da Nascar Motorsport, garantiu sua primeira vitória na Copa Chevrolet Montana. Ele venceu a quinta etapa da temporada, realizada na tarde deste domingo, no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em São Paulo. Pachenki completou as 23 voltas no circuito paulista com o tempo de 40min38seg772, sendo o quinto piloto diferente a alcançar o topo do pódio da divisão de acesso da Stock Car. A segunda posição no pódio ficou para o paulista Galid Osman, da Carlos Alves Competições, com o tempo de 40min50seg172, e em terceiro lugar ficou o também paulista Eduardo Leite, da Hot Car Racing, 40min58seg295.

Com o resultado, Diogo Pachenki, que garantiu sua primeira vitória na temporada, reassume a liderança na competição. Ele agora totaliza 79 pontos depois das cinco etapas realizadas, seguido Eduardo Leite, com 67, e Rafael Daniel, com 65. A categoria de acesso fará a sexta etapa do ano no Autódromo Internacional Orlando Moura em Campo Grande (MS), no dia 19 de setembro.

Como vem acontecendo desde o início da temporada, a etapa de Interlagos foi igualmente muito disputada. Mesmo estando fora das pistas a 90 dias, pilotos e equipes da Copa Chevrolet Montana deram mais um show de técnica e emoção. Houve muitas trocas de posições, rodadas e algumas batidas, como é de costume.

O vitorioso do dia, Diogo Pachenki, não mediu esforços e acelerou o que pode para conquistar a vitória. “Meu fim de semana começou maravilhoso. Desde o primeiro treino eu vi que tinha um bom carro e estou muito contente com o resultado. No primeiro treino fiquei em terceiro lugar, no segundo caí para nono, mas me recuperei na tomada e fui o terceiro melhor colocado”, disse o líder da temporada.

O paranaense estava muito realizado. “Hoje, durante a prova larguei em terceiro, meu carro tinha um bom rendimento com pneus velhos e, consequentemente, mais rápido. Daí foi só usar a cabeça para não bater e administrar bem a corrida. Na largada caí para a quarta posição e quando vi o Jimenez com o carro quebrado parti para cima do Navarro. Acelerei tudo o que deu da primeira à última volta e senti que nas três últimas voltas deu para dar uma aliviada”, explicou o piloto.

Segundo Galid Osman, a prova de hoje marcou o início de um novo momento na temporada. “A etapa foi boa desde os primeiros treinos e apenas tive uma infelicidade na tomada de tempos. Na corrida eu não fiz uma boa largada, caindo para oitavo, mas graças a Deus consegui um bom resultado. Eu quero dar a volta por cima e recomeçar a temporada a partir dessa corrida.”, comentou.

Para Eduardo Leite, a prova foi de superação. O piloto também disse que o trabalho em equipe foi fundamental para terminar no pódio. “Hoje nos surpreendemos. Passamos o primeiro pneu e na volta de apresentação da corrida tive problemas com o freio. Eu sabia que teria dificuldades, no começo fui caindo de posição, mas mantive minha cabeça no lugar para buscar a recuperação. Momentos como esse mostram a competência de toda a equipe, ainda mais com esse resultado e mesmo sabendo que começamos com o carro apresentando problemas”, salientou.

Resultado da quina etapa da Copa Chevrolet Montana:

1) 6 Diogo Pachenki (Nascar Motorsport), 23 voltas, 40:38.772
2) 28 Galid Osman (Carlos Alves Comp.), 40:50.172
3) 9 Eduardo Leite (Hot Car Racing), 40:58.295
4) 26 Wellington Justino (Hot Car Racing), 40:58.662
5) 18 Rodrigo Navarro (M4t Motorsport), 40:59.505
6) 98 Marcelo Tomasoni (Carlos Alves Comp.), 41:02.232
7) 43 Cássio Homem de Mello (Petrópolis Motor.), 41:02.849
8) 22 Rafael Daniel (Scuderia 111), 41:05.607
9) 90 Thiago Riberi (W2 Racing), 41:12.928
10) 8 Douglas Soares (Gramacho Costa Comp.), 41:14.837
11) 11 Pedro Boesel (Petrópolis Motor.), 41:18.816
12) 21 Lucas Finger (A.M.G. Motorsports), 41:21.851
13) 14 Hybernon Cisne (Motortech Comp.), 41:27.266
14) 3 Denis Navarro (RC3 Bassani Racing), 41:29.662
15) 23 Marco Cozzi (Racequip Motor.), 41:31.859
16) 38 Thiago Penido (M4t Motorsport), 41:52.829
17) 32 Fernando Fortes (Racequip Motor.), 42:12.400
18) 75 Henrique Assunção (CKR Racing), 42:13.525
19) 46 Edson do Valle (J. Star Racing), 42:18.984 3
20) 88 Leandro Romera (RS Racing), 40:46.061 1 Lp.
21) 49 Marcelo Cesquim (Mottin Racing), 41:12.305 1 Lp.
22) 56 João Pretto (Mottin Racing), 41:38.472 1 Lp.
23) 2 João Paulo Mauro (Nascar Motorsport), 39:03.171 2 Lp.
24) 31 Ítalo Silveira RS Racing Montana 21 00:39:22.132 2 Lp.
25) 1 Cadú Pasetti (Gramacho Costa Comp.), 36:42.849 6 Lp. 4
26) 16 Carlos Kray CKR Racing), 31:18.451 7 Lp. 1 Lp. 1:47.235 8
27) 60 Sérgio Ramalho Bazzo Racing Montana 13 00:23:39.519 10 Lp.
28) 63 Marlon Watamabe (Max Power Racing), 22:23.510 12 Lp.
29) 48 Gustavo Sondermann (Star Race), 19:11.257 13 Lp.
30) 73 Sérgio Jimenez (Scuderia 111), 08:51.012 18 Lp
31) 7 Kau Machado (Max Power Racing), 39:06.453 19 Lp. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *