Stock: Ricardo Maurício prevê corrida de recuperação em Curitiba

Quinto mais rápido no treino classificatório de ontem, piloto da equipe Katalogo Racing foi excluído da tomada de tempos por um problema no combustível, que apesar de apresentar qualidade pior que a exigida pelo regulamento, tirou-o da disputa pela pole position.

O paulista Ricardo Maurício (Katalogo Racing) espera uma corrida de recuperação na segunda etapa da Stock Car V8, que será realizada neste domingo no Autódromo Internacional de Curitiba. Mesmo largando em último após ser punido por uso de gasolina não compatível com a exigida pelo regulamento – o teste acusou, ironicamente, combustível de qualidade inferior ao determinado pela organização –, ele acredita que possa terminar entre os 15 primeiros colocados e voltar a marcar pontos na temporada. O bom acerto do carro de Ricardo foi comprovado justamente na sessão que resultou em sua exclusão dos treinos, quando a análise dos dados coletados pelo sistema eletrônico mostrou a perda de 0s2 no tempo de volta estimado para pneus novos.

“Provavelmente um dos galões que receberam a avigas fornecida pela organização continha sobras de combustível comum, usado para testes em dinamômetro, e isso resultou na exclusão”, explicou o piloto. “Ironicamente, fui prejudicado duas vezes, porque a gasolina que provavelmente havia no galão piorou o desempenho do meu carro por ter menos octanagem. Mas o regulamento prevê exclusão por uso de combustível não compatível com o padrão, mesmo que o identificado seja de pior qualidade que o da amostra”, ressaltou o piloto.

O bom acerto do carro da Katalogo Racing foi comprovado pelo desempenho do estreante Ruben Carrapatoso, que esteve perto de se garantir vaga na superclassificação até ter problemas com a bomba de combustível. “Nossos dois carros estão rápidos e nossos dois pilotos devem fazer boas corridas de recuperação”, acredita Fernando Parra, chefe da equipe Katalogo Racing. “Tivemos que aceitar a desclassificação do Ricardo porque regulamento é regulamento. Apesar dessa contaminação ter ocorrido de forma não intencional e de ter prejudicado nosso desempenho em pista, e não melhorado, aceitamos a posição dos comissários”, completou Parra.

Largando da 11ª fila, Carrapatoso está ansioso com a possibilidade de marcar seus primeiros pontos no campeonato. “Estou largando próximo da zona de pontos e tenho um carro muito bons nas mãos”, finalizou.

O SpeedRacing.com.br irá transmitir, ainda em em fase de testes, a corrida ao vivo neste domingo às 13 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *