Stock: Rodrigo Sperafico vence em Curitiba e assume a liderança da Stock Car

Com uma corrida perfeita, o piloto da equipe Genéricos Biosintética, assume a liderança do campeonato e quebra o tabu de 16 anos sem vitória de um paranaense em Curitiba.

Com uma atuação perfeita, o paranaense Rodrigo Sperafico, da equipe Genéricos Biosintética Stock Car, venceu a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, disputada hoje (domingo), no Autódromo Internacional de Curitiba. Ele largou na pole position e liderou de ponta a ponta, completando as 32 voltas da prova em 47m16s012, andando à média horária de 150,09 Km/h.

O dia 6 de maio ficará na história da carreira de Rodrigo Sperafico, ex-piloto da Fórmula 3.000 Internacional. Correndo na capital de seu estado (ele é natural de Toledo, no Oeste do Paraná), largou na pole position pela primeira vez, conquistou a primeira vitória na categoria e quebrou o tabu de 16 anos sem a vitória de um paranaense em Curitiba. Ângelo Giombelli, de Cascavel, cidade vizinha a Toledo, tinha ganhando em 1991.

Com a vitória em Curitiba, Rodrigo assumiu a liderança do campeonato, com 31 pontos. Daniel Serra, de São Paulo, fica na vice-liderança, com 27 pontos, ao passo que Ricardo Maurício e Felipe Maluhy, ambos de São Paulo, dividem a terceira colocação, com 25 pontos cada um.

Em segundo chegou o paulista Thiago Camilo, classificando-se à frente de Allam Khodair (SP), Duda Pamplona (RJ), Daniel Serra (SP), Giuliano Losacco (SP), Luciano Burti (SP), Antonio Jorge Neto (SP), Jader David (SP) e Alceu Feldmann (PR), que pela ordem fecharam as 10 primeiras colocações da corrida.

Rodrigo fez uma corrida perfeita. Largou bem, não dando chances para Thiago Camilo, que saia em segundo, roubar-lhe a primeira colocação. Suportou a pressão de Camilo durante a corrida e no final da corrida, novamente superou Camilo na relargada, depois da intervenção do safety car em virtude da batida de Ricardo Zonta em Cacá Bueno.

Agora o título

Comentando a corrida, o piloto da equipe Genéricos Biosintética Stock Car diz que foi um final de semana perfeito. O carro foi competitivo do começo ao fim da corrida. “Na largada e na relargada, procurei abrir um pouco para não sofrer ameaças do Camilo. Deu certo. Foi uma corrida de concentração máxima. Não poderia cometer erros e tudo deu certo”, salienta Rodrigo.

Rodrigo destaca também que se o carro tiver a mesma performance de Curitiba nas próximas etapas estará na briga pelo título. “Agora vamos pensar no título. Chegamos a liderança do campeonato e com boa regularidade teremos condições de ganhar o campeonato”, finaliza Rodrigo.

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car será disputada no dia 3 de junho, em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

Resultados da Stock Car em Curitiba
1º) Rodrigo Sperafico (PR), 32 voltas em 47m16s012, média de 150,09 km/h
2º) Thiago Camilo (SP), a 0s269
3º) Allam Khodair (SP), a 1s691
4º) Duda Pamplona (RJ), a 3s001
5º) Daniel Serra (SP), a 4s507
6º) Giuliano Losacco (SP), a 4s694
7º) Luciano Burti (SP), a 5s012
8º) Antonio Jorge Neto (SP), a 7s246
9º) Jader David (SP), a 9s034
10º) Alceu Feldmann (PR), a 9s777
11º) Felipe Maluhy (SP), a 10s211
12º) Ingo Hoffmann (SP), a 10s757
13º) Felipe Gama (SP), a 11s393
14º) Lico Kaesemodel (PR), a 11s534
15º) Enrique Bernoldi (PR), a 12s280
16º) Ruben Fontes (GO), a 12s734
17º) Chico Serra (SP), a 13s052
18º) David Muffato (PR), a 14s176
19º) Hoover Orsi (MS), a 14s483
20º) Valdeno Brito (PB), a 15s895
21º) Gualter Salles (RJ), a 16s278
22º) Ricardo Zonta (PR), a 1 volta
23º) Paulo Salustiano (SP), a 1 volta
24º) Juliano Moro (RS), a 1 volta
25º) Ruben Carrapatoso (SP), a 1 volta
26º) Thiago Marques (PR), a 2 voltas
27º) Cacá Bueno (RJ), a 3 voltas
28º) Tarso Marques (PR), a 3 voltas
29º) Julio Campos (SP), a 5 voltas
30º) Wellington Justino (GO), a 8 voltas
31º) Ricardo Sperafico (PR), a 13 voltas
32º) Marcos Gomes (SP), a 19 voltas
33º) Mateus Greipel (SC), a 19 voltas
34º) Nono Figueiredo (SP), a 23 voltas
35º) Guto Negrão (SP), a 28 voltas
36º) Ricardo Mauricio (SP), a 31 voltas

Classificação do campeonato (10 primeiros) após a segunda etapa:
1º) Rodrigo Sperafico (PR), com 31 pontos
2º) Daniel Serra (SP), 28
3º) Ricardo Maurício (SP), 25
     Felipe Maluhy (SP), 25
5º) Thiago Camilo (SP), 20
6º) Giuliano Losacco (SP), 17
7º) Allam Khodair (SP), 16
     Ingo Hoffmann (SP), 16
9º) Hoover Orsi (MS), 14
10º) Luciano Burti (SP), com 11 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *