Stock: Duda Pamplona confirma melhora e é quarto em Curitiba

Duda Pamplona terminou em quarto lugar a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car disputada hoje, em Curitiba, e subiu para o nono lugar na classificação da temporada. Nonô Figueiredo, seu companheiro de equipe na Officer Motorsport, abandonou na 13ª volta quando travou o acelerador do seu carro. Público de 39 mil pessoas assistiu a competição, vencida pelo paranaense Rodrigo Sperafico, seguido por Thiago Camilo e Allam Khodair; o certame prossegue dia 3 de junho, em Campo Grande (MS).

Disputada sob forte calor para esta época do ano, a corrida foi marcada por acidentes que eliminaram vários concorrentes em fases distintas das 32 voltas. Logo após a largada os paranaenses Tarso Marques e Julio Campos e o paulista Felipe Gama envolveram-se em acidente; dos três apenas Campos foi obrigado a abandonar. Rodrigo Sperafico assumiu a liderança seguido por Tiago Camilo, Cacá Bueno, Allam Khodair, Ricardo Zonta e Duda Pamplona.

Zonta conseguiu superar Khodair e iniciou uma disputa pelo segundo lugar com Camilo e Bueno. Na 29ª volta o piloto de testes da Fórmula 1 escapou na freada do final da reta e acertou o carro do carioca, atual campeão da categoria, eliminando ambos da prova. Após duas voltas de intervenção do safety-car a prova foi reiniciada, naquele que foi um momento chave para Pamplona:

“Até então eu estava mantendo uma distância segura, em torno de um segundo, para o Daniel Serra. Com a entrada do safety-car ele se aproximou e tive que usar o recurso do nitro para recuperar a vantagem perdida. Meu carro rendeu como o esperado e a única alteração feita durante a prova foi na barra estabilizadora dianteira, para equilibrar o chassi após a oitava volta.”

Nonô Figueiredo tinha melhorado cinco posições na 13ª volta quando uma falha mecânica forçou seu abandono:

“O acelerador travou no final da reta e não pude evitar a saída de pista. É realmente triste, meu carro estava equilibrado e eu tinha esperanças de ganhar mais posições até o final da prova.”

Fábio Gaia, o diretor esportivo da Officer Motorsport, comentou que a equipe estava merecendo este resultado por todo o trabalho desenvolvido antes do início da temporada, mas que agora tem um desafio maior pela frente:

“O quarto lugar do Duda aqui em Curitiba significa que estamos no caminho certo. Porém, todos nós sabemos que mais difícil que obter uma boa colocação na Stock Car é manter essa boa colocação no campeonato. A partir de agora nosso novo desafio é manter essa competitividade. Precisamos garantir o lugar do Duda e trabalhar para também trazer o Nonô para os dez primeiros no campeonato, garantindo assim a presença da Officer Motorsport na disputa pelo título da temporada.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *