Stock: Tabu da pole position dura duas corridas em Campo Grande

Escrita mantida há cinco etapas na Fórmula Renault se repete na principal categoria do automobilismo nacional: largar na pole tem sido sinônimo de vitória para os pilotos da V8 na capital sul-mato-grossense desde 2003.

No último fim de semana, durante a segunda rodada do Renault Speed Show realizada no Autódromo Internacional de Campo Grande, uma escrita foi mantida. Pela quinta vez em cinco corridas realizadas no circuito, o pole position obteve também a vitória na prova da Fórmula Renault, confirmando que largar na primeira posição do grid é, ao menos por enquanto, sinônimo de vitória na capital sul-mato-grossense para essa categoria.

Esse tabu também existe na Stock Car V8, que terá a terceira etapa de sua temporada realizada neste domingo (24) em Campo Grande. Nas duas provas já disputadas pela categoria no circuito, coube ao pole position receber a bandeirada final na primeira colocação. O primeiro foi David Muffato, em 2003, e o segundo foi Cacá Bueno, em 2004. Na temporada de 2005 não houve corridas da Stock Car V8 no Mato Grosso do Sul.

“Creio que isso aconteça não só por causa da dificuldade natural de ultrapassagem imposta por esse circuito, mas também por conta do acaso mesmo”, acredita o piloto da Katalogo Racing, Ricardo Maurício. “Em ambas as provas houve troca de posição no pelotão intermediário, e até mesmo entre o segundo e o terceiro colocados houve mudança. Mas, independentemente das razões que criaram essa escrita, ela tem que ser considerada”, completou.

Para o companheiro de Maurício na Katalogo Racing, Ruben Carrapatoso, a disputa pela pole position vai ser um show à parte na etapa de Campo Grande. Os mais de 40 pilotos esperados para a corrida da V8 vão se empenhar ao máximo não só no sábado, mas também no treino classificatório de sexta-feira – que começa a definir o grupo dos dez pilotos que vão participar da superclassificação – para brigar pela pole position.

“Para mim essa etapa representa uma dupla estréia, já que faço meu primeiro ano na Stock Car V8 e ainda não conheço a pista de Campo Grande”, disse Carrapatoso. “Mas tenho muita confiança no trabalho da equipe e acredito que eu e o Ricardo tenhamos carros competitivos nas mãos. O objetivo maior é ficar no grupo dos dez que vai disputar a pole, para que possamos fazer uma boa corrida. Grandes recuperações, nessa pista, serão certamente mais difíceis”, finalizou o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *