Stock: Thiago Camilo e Giuliano Losacco formam a primeira fila em Londrina

Os dois pilotos da Texaco, Thiago Camilo (Astra # 21 da Vogel) e Giuliano Losacco (Peugeot # 9 da JF), vão formar a primeira fila na corrida de amanhã, a oitava da temporada 2008, que define os dez participantes do playoff. Camilo, já com a vaga assegurada – está em terceiro lugar com , fez sua primeira pole position em 2008 justamente na pista onde conquistou sua única vitória em 2007.

“Ganhei ano passado e espero repetir este ano para chegar ao playoff com mais moral ainda. A equipe me deu um carro excepcional, e mesmo poupando um jogo de pneus para a corrida de Curitiba conseguimos a pole position. Vai ser uma corrida dura, porque tanto o Giuliano quanto o Popó (Bueno), que saem atrás de mim, estão brigando por um lugar entre os dez do playoff e vão vir para cima”.


Giuliano Losacco, que pela classificação atual tem 30 pontos e está em 12º lugar no campeonato, conseguiu sua melhor posição de largada na temporada. ““Essa primeira fila veio na hora certa, quando eu estou precisando chegar entre os primeiros para brigar por uma baga no playoff. Existem algumas questões em relação à corrida de Brasília que estão sendo resolvidas na Justiça, mas eu não posso me preocupar com isto quando estou dentro do carro, nem ficar monitorando onde estão os outros pilotos que disputam as vagas. Tenho que fazer minha corrida e pronto, depois eu vejo a classificação”, disse Losacco. Se a Justiça Desportiva mantiver a punição que o diretor de prova deu aos pilotos Antonio Jorge Neto, Luciano Burti e Allam Kodhair em Brasília – perderam 20 segundos cada por terem cometido infrações no pit stop -,  o bicampeão da Stock Car (2004/2005) ganha quatro pontos e três posições na tabela. 


A chuva que começou a cair depois da classificação e tem previsão de perdurar até amanhã preocupa Camilo e Losacco. “Na chuva quem larga na frente leva muita vantagem em relação à visibilidade, mas meu carro fez a pole position na pista mais travada da temporada com o asfalto seco, então é claro que eu preferiria que ele estivesse seco amanhã”, disse Camilo. “Eu preferia que a corrida fosse com pista seca, mas se chover não é o fim do mundo, também é mais fácil guiar na chuva quando se está nas primeiras posições”, ratificou Losacco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *