Stock: Treinos marcam a abertura da etapa de Londrina

A principal categoria do automobilismo nacional volta a ser atração neste final de semana. O Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, Paraná, será a sede no domingo da quinta etapa da Copa Nextel Stock Car.

Os principais pilotos e equipes do país buscarão o topo do pódio e os importantes pontos na briga por uma das dez vagas do Playoff que vai definir o campeão de 2007. O evento ainda prevê a realização da quinta prova do ano da Stock Jr., categoria de acesso da Copa. Para esta sexta-feira estão programados os treinos livres das duas categorias, duas sessões de cada, a partir das 8h30. A quinta prova da Copa Nextel terá transmissão ao vivo para todo o país pelo Canal SporTV, a partir das 12 horas de domingo.

No sábado, o treino classificatório da Jr. será às 10h05, com 30 minutos de duração. Em seguida, a partir das 10h50, começará a tomada de tempos da Copa Nextel Stock Car, com 90 minutos e limite de até 20 voltas. Os dez melhores tempos disputarão a Super Classificação, das 12h50 às 13 horas, para a definição do pole position da quinta etapa. No domingo, a Stock Jr. abre o dia às 10h40.

A cada etapa disputada, a Copa Nextel Stock Car 2007 ganha em emoção. Afinal, em Londrina acontecerá a quinta das oito etapas antes do Playoff, da 9ª a 12ª etapas, no qual brigarão pelo título apenas os dez mais bem colocados após as oito provas. O equilíbrio tem sido tão grande que foram quatro diferentes vencedores até o momento: Ricardo Maurício (1ª), da Medley/A. Mattheis (Chevrolet); Rodrigo Sperafico (2ª), da Biosintética Stock Car (Volkswagen); Tarso Marques (3ª), da Terra Racing (Mitsubishi); e Antônio Jorge Neto (4ª), da Eurofarma (Mitsubishi). A liderança, porém, é do regular Thiago Camilo, da Texaco/Vogel (Chevrolet), com 52 pontos, sete a mais que Ricardo Maurício.

Se o Playoff fosse agora, os pilotos classificados seriam os seguintes: 1º Thiago Camilo, 52; 2º Ricardo Maurício, 45; 3º Cacá Bueno (Eurofarma/Mitsubishi), 43; 4º Ingo Hoffmann (AMG/Mitsubishi), 42; 5º Rodrigo Sperafico e Daniel Serra (Red Bull Racing/Volkswagen), 37; 7º Antônio Jorge Neto, 35; 8º Felipe Maluhy (Terra Racing/Mitsubishi), 34; 9º Marcos Gomes (Medley/A. Mattheis/Chevrolet), 32; e 10º Tarso Marques, 25.

Londrina receberá a categoria pela quinta vez, sendo que cinco pilotos diferentes venceram no circuito paranaense. Inaugurado em 1992, dez anos mais tarde o Autódromo Ayrton Senna foi sede da Stock Car, tendo como vencedor Ingo Hoffmann, que conquistaria o título naquele ano. Na temporada seguinte, a vitória foi de Nonô Figueiredo, seguido do próprio Ingo.  Em 2004 o primeiro lugar em Londrina ficou com Giuliano Losacco, mais um que garantiria o título no final do ano. Em 2005 o lugar mais alto do pódio foi do sul-mato-grossense Hoover Orsi, enquanto no ano passado a melhor foi Cacá Bueno.

Apesar de estar em sua segunda temporada, a Stock Jr. já conquistou seu espaço dentro do automobilismo nacional. A razão disso é o grande equilíbrio da categoria, o que proporciona emoção de sobra em todas as etapas. O melhor exemplo disso é a pequena diferença entre os primeiros colocados, já que o líder Thiago Riberi totaliza 88 pontos, apenas um à frente de Cássio Homem de Mello. Cauê Carvalho (SP) aparece na terceira posição, com 65 pontos, e Rafael Negrão em quarto, com 63.  Dos quatro, apenas Riberi ainda não venceu no ano.

Já na Master, Jason Oliveira, vice-campeão em 2006, tem mais folga na primeira colocação. Com duas vitórias na temporada, ele soma 104 pontos, enquanto o segundo colocado, Rodrigo Navarro, tem 70.  Adriano Amaral e Renato Rattes dividem a terceira colocação, ambos com 59 pontos. Uma das revelações da temporada é o baiano Patrick Gonçalves, que não participou das duas primeiras corridas, mas venceu as duas que disputou, aparecendo na quinta colocação com 57 pontos.

Empate no futebol

Na partida de futebol realizada na tarde dessa quinta-feira, no Estádio do Café, com a participação dos pilotos, houve empate em 4 a 4, com destaque para Ricardo Sperafico que marcou todos os gols pelo seu time (preto). Já na equipe laranja, quem marcou foi Renato Jader com dois gols, Popó Bueno e Antônio Pizzonia, que estréia na categoria nessa etapa. As equipes foram assim divididas: Preto: Thiago Camilo, Cacá Bueno, Marcos Gomes, Duda Pamplona, Daniel Serra, Ricardo Sperafico; Laranja: Popó Bueno, Alceu Feldmann, Ricardo Maurício, Thiago Marques, Antônio Pizzonia, Renato Jader, Paulo Salustiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *