Stock: Valdeno Brito garante-se como melhor piloto da Peugeot

Paraibano da Neo Química-Neosoro/JF é o único dos pilotos da marca a terminar fase classificatória no grupo dos 10 que vão disputar o título.

A pontuação final da fase classificatória indicou após a oitava etapa, no último domingo (23) em Brasília, os 10 pilotos que vão compor o playoff da Copa Nextel Stock Car V8, fase que decidirá o título de 2007 nas quatro últimas corridas do ano. A formação do grupo classificado à disputa mais importante da categoria definiu, ainda, que Valdeno Brito vai fechar a temporada como melhor colocado entre os pilotos que utilizam o modelo Peugeot 307.

Sexto colocado, o piloto paraibano da Neo Química-Neosoro/JF Racing é o único classificado ao playoff entre os pilotos que utilizam em seus carros a bolha do modelo sedan da marca, que tomou parte da categoria neste ano. “Conquistei o primeiro pódio da Peugeot, em Londrina, e também a primeira pole-position, em Brasília. Sou o único piloto marca no playoff e o pensamento, agora, é conquistar também a primeira vitória de um Peugeot na Stock Car”, diz.

Vitória que Brito esperava para a corrida em Brasília, onde comandou o pelotão até a 21ª volta. “Primeiro, perdi um pouco de rendimento e caí para quinto. Depois, com a quebra da homocinética, tive que abandonar. Fiquei triste por um lado, porque poderia ter vencido, mas fiquei feliz por ter entrado no playoff. Penso que a minha primeira vitória, talvez, tenha ficado para a hora certa, para a hora de decidir o título ns quatro últimas etapas”, pondera o paraibano.

A evolução técnica que a equipe alcançou ao longo do campeonato é um dos trunfos de Brito na busca pela primeira vitória e pelo título da Stock Car. “Com o crescimento que a gente vem tendo, é muito provável que possa aparecer uma vitória. Estamos entrando no playoff em nossa melhor forma, o carro, a equipe, eu, tudo está em sintonia”, avalia. “Acabamos de vir de uma pole numa prova em que liderei metade das voltas, é um momento bem animador”, manifesta.

Brito não aponta favoritos ao título. “Talvez o Cacá (Bueno), por sair com seis pontos de vantagem, tenha uma condição um pouco melhor, mas qualquer problema que ele tenha em uma das provas põe essa vantagem abaixo. Então, eu acho que todos os 10 classificados acabam sendo favoritos”, diz. “Para mim, uma vantagem é que, até a metade da fase classificatória, já estava pensando no ano que vem. Depois, os resultados apareceram e consegui a vaga”.

A classificação de Valdeno Brito deu-se após um início de temporada de resultados ruins. Ele ficou sem marcar pontos nas três primeiras etapas, obteve o 13º lugar na quarta e, a partir da quinta, deu início à reação, com o segundo lugar em Londrina e dois quartos lugares nas etapas de Santa Cruz do Sul e Brasília. “Com o começo de ano ruim, eu imaginava que seria humanamente impossível. O mais difícil aconteceu. Agora, é que vier é um bom lucro”, anima-se.

O playoff da Copa Nextel Stock Car V8 será aberto no dia 14 de outubro, em Buenos Aires, na Argentina. As três etapas seguintes estão agendadas para Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.

Consideradas as bonificações aos 10 pilotos credenciados à disputa pelo título, a classificação do campeonato passa a ser a seguinte: 
1º) Cacá Bueno (RJ/RC), Mitsubishi Lancer, 227
2º) Ricardo Mauricio (SP/A. Mattheis), Chevrolet Astra, 221
3º) Thiago Camilo (SP/Vogel), Chevrolet Astra, 217
4º) Ingo Hoffmann (SP/AMG), Mitsubishi Lancer, 214
5º) Marcos Gomes (SP/A. Mattheis), Chevrolet Astra, 212
6º) Valdeno Brito (PB/Neo Química-Neosoro/JF), Peugeot 307, 210
7º) Hoover Orsi (MS/Red Bull), Volkswagen Bora, 209
8º) Daniel Serra (SP/Red Bull), Volkswagen Bora, 209
9º) Rodrigo Sperafico (PR/Action Power 2), Volkswagen Bora, 207
10º) Felipe Maluhy (SP/Avallone), Mitsubishi Lancer, 207
11º) Antonio Jorge Neto (SP/RC), Mitsubishi Lancer, 41
12º) Luciano Burti (SP/Action Power), Volkswagen Bora, 38
13º) Enrique Bernoldi (PR/Action Power 2), Volkswagen Bora, 33
14º) Juliano Moro (RS/Nascar), Mitsubishi Lancer, 33
15º) Alceu Feldmann (PR/Boettger), Chevrolet Astra, 25
16º) Ruben Fontes (GO/Neo Química-Neosoro/JF), Peugeot 307, 30
17º) Giuliano Losacco (SP/Vogel), Chevrolet Astra, 26
18º) Tarso Marques (PR/Avallone), Mitsubishi Lancer, 25
19º) Duda Pamplona (RJ/Officer-Pamplona’s), Mitsubishi Lancer, 25
20º) Ricardo Sperafico (PR/WA Mattheis), Peugeot 307, 24
21º) Pedro Gomes (SP/L&M), Peugeot 307, 20
22º) David Muffato (PR/RC3-Bassani), Peugeot 307, 19
23º) Popó Bueno (RJ/Hot Car), Chevrolet Astra, 19
24º) Paulo Salustiano (SP/M4T), Chevrolet Astra, 18
25º) Allam Khodair (SP/Boettger), Chevrolet Astra, 16
26º) Nonô Figueiredo (SP/Officer-Pamplona’s), Mitsubishi Lancer, 15
27º) Carlos Alves (SP/Montecorp), Volkswagen Bora, 14
28º) Thiago Marques (PR/Action Power), Volkswagen Bora, 8
29º) Renato Jader David (SP/Win), Volkswagen Bora, 7
30º) Chico Serra (SP/Full Time), Peugeot 307, 7
31º) Mateus Greipel (SC/Gomesports), Chevrolet Astra, 2
32º) Ricardo Zonta (PR/L&M), Peugeot 307, 5
33º) Guto Negrão (SP/WA Mattheis), Peugeot 307, 5
34º) Christian Conde (SP/Nascar), Mitsubishi Lancer, 4
35º) Felipe Gama (SP/Scuderia 111), Chevrolet Astra, 3
35º) Fábio Carreira (SP/Hot Car), Chevrolet Astra, 3
37º) Lico Kaesemodel (PR/AMG), Mitsubishi Lancer, 2
37º) Daniel Landi (SP/Full Time), Peugeot 307, 2
39º) Alan Hellmeister (SP/Katalogo), Chevrolet Astra, 1
39º) Antonio Pizzonia (AM/Win), Volkswagen Bora, 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *