Stock: Villeneuve é o primeiro a entrar na pista

Convidado especial, canadense começa em Interlagos a adaptação à Corrida do Milhão

Com o mesmo número 27 que transformou o pai em um dos pilotos mais admirados de todos os tempos, o canadense Jacques Villeneuve ganhou uma sessão de treinos exclusivos para se adaptar ao carro que conduzirá na Corrida do Milhão da Stock Car neste fim de semana em Interlagos. O filho do lendário ídolo da Ferrari, morto em acidente em Zolder durante o treino classificatório do GP da Bélgica de 1982, foi também o primeiro a avaliar na prática a reformulada chicane criada na Subida do Café, um dos pontos mais problemáticos do circuito paulistano paulistana.

Os trabalhos iniciais de Jacques Villeneuve, convidado de honra da prova mais esperada do calendário da Stock Car, foram acompanhados com atenção pelos colegas que aguardavam o início dos treinos extras desta quinta-feira. Xandinho Negrão e Marquinhos Gomes, da Equipe Medley/Full Time Sports, estavam exatamente verificando a chicane quando o visitante ilustre entrou na pista. “Aparentemente, o trabalho ficou bom, depois daquela coisa horrível que vi pelas fotos”, disse Gomes. “Mas só mesmo quando começarmos a andar é que teremos certeza se está mesmo tudo certo”, ressalvou.

Divididos em dois grupos, das 13h30 às 14h30 e das 14h40 às 15h40, os 32 pilotos começarão pensar no acerto dos carros para as características especiais da corrida deste domingo, que terá 20 minutos a mais em relação aos 50 habituais. Villeneuve andará nos dois grupos. “Teremos de treinar com os pneus que já dispomos, já que a organização não liberou nenhum jogo adicional, mas pelo menos poderemos iniciar os cálculos de consumo de combustível e pneus”, explicou Maurício Ferreira, diretor-técnico da Medley/Full Time Sports.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *