Stock:Duda aprova novo sistema de segurança com luzes no painel

Enquanto as equipes da Stock Car conseguem se comunicar com seus pilotos através de um sistema de rádio, a direção de prova até agora se vale do uso de placas mostradas em um único ponto do circuito, o que limita bastante a eficiência desta operação. Um conceito já usado nas séries Nascar, dos Estados Unidos, e na TC 2000, da Argentina, será testado pela Stock Car brasileira na corrida de amanhã, em Curitiba. Para Duda Pamplona, piloto carioca que defende a equipe Officer MotorSport, a proposta é bem-vinda.

“Apesar de qualquer piloto aprender o significado das bandeiras antes de participar de sua primeira corrida, nem sempre elas são vistas. A implementação deste sistema de luzes mostra como a CBA e a organização da Stock Car pesquisa para trazer novidades que agregam segurança à nossa categoria”.

Segundo Carlos Montagner, diretor de prova da Stock Car e uma das maiores autoridades em automobilismo esportivo do País, o conceito que será testado em Curitiba poderá ser implantado definitivamente a partir da corrida de Campo Grande, marcada para o dia 21 de maio:

“A idéia é experimentar o sistema em uma situação real, o que faremos caso o Safety Car seja acionado para entrar na pista durante a corrida de amanhã (domingo). Após a corrida consultarei os pilotos para analisar a eficiência dessa novidade e decidir sobre sua utilização plena na próxima etapa”.

Durante a corrida de amanhã o sistema será controlado pelo próprio Montagner, ou seu auxiliar direto. Através de um comando instalado na torre de controle, ele poderá ligar os diodos montados no pequeno console montado no canto inferior esquerdo do painel dos Stock Car, mostrado na foto. No teste de Curitiba os diodos emitirão luzes amarelas enquanto o Safety Car estiver na pista; quando o piloto deste veículo receber a ordem para voltar aos boxes, os diodos deixarão de emitir a luz amarela. O sistema completo permite que os diodos emitam luzes vermelhas, que indicam a interrupção da prova. “De qualquer forma, como se trata de um teste, ainda continuaremos usando o procedimento de sinalização por bandeiras”, completou Montagner.

Duda Pamplona registrou 1m21s093 e alinha para a prova de amanhã no 16. lugar do grid. Esse resultado, porém, não o desanima:

“Esse tempo não reflete o potencial do nosso carro, que em regime de corrida está muito competitivo. Agora é largar e comprovar isso…”

O SpeedRacing.com.br irá transmitir, ainda em em fase de testes, a corrida ao vivo neste domingo às 13 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *