Sul-Americano: Palmeirinha quebrou no Peru

A quarta etapa do Campeonato Sul-americano de Rally de Velocidade, disputado em Lima no Peru neste fim de semana, terminou mais cedo para a dupla brasileira Paulo Nobre/Edu Paula. Com problemas mecânicos a equipe Palmeirinha Rally teve de abandonar a prova logo no início.


“Deu trabalho chegar a Huancayo. Foram cinco horas de avião até Lima, depois seis horas de carro até Huancayo, em uma serra interminável, sentindo dor de cabeça e enjôo por estar a quase 5 mil metros de altitude. Passei uma noite sem dormir e uma tarde fazendo as gravações para o programa da Discovery. Nem deu tempo de passar nas especiais que meu navegador Edu e sua mulher Mariana levantaram só para que nós pudéssemos passear pela prova. Mas, com 10 km de rali, a mangueira do turbo rompeu e ficamos pelo caminho. NINGUÈM MERECE!”
, lamentou Nobre.

A prova contou com 362,20 km, sendo 181, 20 de trechos cronometrados. A vitória ficou com a dupla Juan Pablo Raies/Jorge Perez Companc, que completaram o percurso com o tempo de 2h17min22s2 contra 2h18min31s0 da 2ª colocada, Ricardo Trivino/Checo Solon.

Para os representantes da equipe Palmeirinha Rally, o destaque da etapa foi os espectadores. “A Prova estava organizada e o grid era bem razoável. Agora o que me impressionou foi a presença do público. Na largada promocional os peruanos lotaram um estadiozinho de futebol. Tinha umas 3 mil pessoas ou mais. No trecho de especial que fizemos, também havia bastante gente acompanhando. Isso foi legal!”, concluiu Palmeirinha.

Nesta segunda-feira, dia 24 de julho, Nobre segue para Goiânia, local onde iniciará os preparativos para a largada do 14º Rally do Sertões, a bordo de uma BMW X3CC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *