Super GT: João Paulo de Oliveira abandona os 500 km de Fuji

Pelo segundo ano consecutivo companheiro de equipe do brasileiro bate quando vinham subindo de posição.

Pelo segundo ano consecutivo durou pouco a participação de João Paulo de Oliveira (Nissan) nos 500 km de Fuji. Disputado nesta sexta-feira (04/5) em Shizuoka, com um público de 54.800 pessoas, a terceira etapa do Campeonato Japonês de Super GT foi um dos pontos altos da “Golden Week”, semana festiva de datas comemorativas acumuladas no Japão. “Nem cheguei a assumir o volante do novo Nissan Fairlady Z. Esta é uma corrida de inteligência, sobrevivência, mas foi ridículo. Com 12 voltas meu companheiro bateu em um retardatário e acabou tudo”, desabafou o brasileiro sobre o desempenho de Seiji Ara. A vitória ficou com a dupla Richard Lyons (IRL)/Satoshi Motoyama (JAP), que completou 109 voltas no Fuji Speedway em 3h19min52s613. O Nissan Fairlady Z dominou esta prova depois de muito tempo, conquistando três das quatro primeiras posições.

Largando da 16ª posição, Seiji Ara foi subindo de posições como a equipe esperava, a medida que os pneus Yokohama iam se desgastando. “Ele estava indo atrás do francês Sebastien Philippe, que acabou terminando em quarto. Os Nissan são melhores em corrida do que classificação, e são muito resistentes. Tenho certeza que quando eu assumisse para fazer os dois últimos terços da prova, conseguiria colocar nosso carro em quarto”, presume João Paulo.

Nos 500 km de Fuji em 2006, João Paulo largou e impressionava com uma ótima corrida, colocando seu carro como o melhor Nissan na quarta posição, até entregar o carro ao companheiro de equipe Naoki Yokomizo, para que ele percorresse o mínimo de voltas estipuladas para cada membro da dupla. Ai veio a decepção: Yokomizo bateu em um carro mais lento, e estragou todo o trabalho do brasileiro naquele dia. A história se repetiu este ano, desta vez com Seiji Ara, e ainda mais cedo.

Confira os dez primeiros dos 500 km de Fuji:
1. Richard Lyons (IRL) / Satoshi Motoyama (JAP), Nissan Fairlady Z, 109 voltas em 3h19min52s613;
2. Michael Krumm (ALE) / Tsugio Matsuda (JAP), Nissan Fairlady Z, a 2s114;
3. Bjorn Wirdheim (SUE) / Tatsuya Kataoka (JAP), Toyota Lexus SC430, a 14s900;
4. Sebastien Philippe (FRA) / Masataka Yanagida (JAP), Nissan Fairlady Z, a 1min14s591;
5. Dominik Schwager (ALE) / Shinya Hosokawa (JAP), Honda NSX, a 1min27s642;
6. Toranosuke Takagi (JAP) / Yuji Tachikawa (JAP), Toyota Lexus SC430, a 1 volta;
7. Peter Dumbreck (GBR) / Naoki Hattori (JAP), Toyota Lexus SC430, a 1 volta;
8. Andre Couto (POR) / Katsuyuki Hiranaka (JAP), Toyota Lexus SC430, a 1 volta;
9. Ralph Firman (GBR) / Daisuke Ito (JAP), Honda NSX, a 1 volta;
10. Benoit Treluyer (FRA) / Kazuki Hoshino (JAP), Nissan Fairlady Z, a 7 voltas.

A pontuação após três etapas ficou assim:
1. Richard Lyons (IRL) / Satoshi Motoyama (JAP), Nissan Fairlady Z, 36 pontos
2. Michael Krumm (ALE) / Tsugio Matsuda (JAP), Nissan Fairlady Z, 32
3. Ralph Firman (GBR) / Daisuke Ito (JAP), Honda NSX, 30
4. Toranosuke Takagi (JAP) / Yuji Tachikawa (JAP), Toyota Lexus SC430, 25
5. Dominik Schwager (ALE) / Shinya Hosokawa (JAP), Honda NSX, 22
6. Loic Duval (FRA) / Fabio Carbone (BRA), Honda NSX, 22
7. Bjorn Wirdheim (SUE) / Tatsuya Kataoka (JAP), Toyota Lexus SC430, 19
8. Andre Lotterer (ALE) / Juichi Wakisaka (JAP), Toyota Lexus SC430, 14
9. Ryo Michigami (JAP) / Takashi Kogure (JAP), Honda NSX, 13
10. Peter Dumbreck (GBR) / Naoki Hattori (JAP), Toyota Lexus SC430, 10
11. Sebastien Philippe (FRA) / Masataka Yanagida (JAP), Nissan Fairlady Z, 9
12. Takeshi Tsuchiya (JAP) / Manabu Orido (JAP), Toyota Lexus SC430, 7
13. Katsutomo Kaneishi (JAP) / Toshihiro Kaneishi (JAP), Honda NSX, 6
14. Benoit Treluyer (FRA) / Kazuki Hoshino (JAP), Nissan Fairlady Z, 4
15. Andre Couto (POR) / Katsuyuki Hiranaka (JAP), Toyota Lexus SC430, 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *