Kart: GP2 Series inspira Paulista de Kart 2007

Formação do grid de largada para a segunda corrida de cada uma das rodadas duplas do regional será feita da mesma forma que no principal campeonato de acesso à Fórmula 1.

O sucesso da GP2, categoria que se consolidou nos dois últimos anos como a principal porta de entrada para a Fórmula 1, inspirou uma das novidades apresentadas no novo Regulamento Desportivo do Campeonato Paulista de Kart. A temporada de 2007 do principal torneio regional do país será composta por oito rodadas duplas e, embora a formação do grid da segunda corrida de cada etapa siga uma regra praticamente universal, o posicionamento dos oito melhores colocados seguirá o padrão lançado com sucesso pela GP2 – e aplicado em outras categorias ao redor do mundo, entre elas a Fórmula 3000 Euroseries.

O resultado da primeira bateria do dia representará a ordem de largada da prova seguinte, mas os oito primeiros colocados terão suas posições invertidas. Isso significa que o vencedor da primeira corrida vai largar em oitavo, o segundo colocado em sétimo e assim sucessivamente. Terminar a prova inicial em oitavo significa partir na pole position no encerramento da rodada.

“Com isso esperamos dar mais emoção à segunda corrida do dia, com pilotos mais rápidos tendo que vir de trás e recuperar posições. E também criamos condições para preparar melhor nossos pilotos, já que, em pelo menos uma das corridas do fim de semana, será impossível vencer de ponta a ponta”, esclareceu Paulo Carcasci, seis vezes Campeão Brasileiro de Kart e um dos idealizadores do novo regulamento.

O pole position da primeira prova ganha dois pontos e o vencedor dessa corrida leva mais dois de bonificação, embora não tenha mais o direito de largar na primeira fila na bateria seguinte. A única diferença do sistema adotado na GP2 para o do Campeonato Paulista de Kart é que na competição nacional não há variação no número de pilotos que pontuam a cada etapa. Na GP2 os oito primeiros colocados na prova inicial marcam pontos, mas somente os seis melhores na segunda corrida se mantém nesse grupo.

Pelas novas regras do Campeonato Paulista de Kart, a temporada de 2007 será dividida em dois turnos. A primeira fase será composta pelas quatro primeiras rodadas duplas do ano, e concederá 11 pontos ao vencedor de cada corrida – o segundo colocado leva nove pontos, o terceiro oito, o quarto sete, e assim sucessivamente até o décimo, que soma um ponto. Já no segundo turno, que engloba as quatro últimas rodadas duplas, o ganhador fica com 21 pontos, o segundo colocado com 18, o terceiro com 16, o quarto com 14 e assim sucessivamente até o décimo colocado, que leva dois pontos.

“Nas duas fases, os pilotos deverão descartar seus dois piores resultados. Procuramos valorizar a vitória e, ao mesmo tempo, criar um sistema de pontuação que mantenha a competitividade até última corrida do ano”, explicou Carcasci.

A divulgação do novo Regulamento Técnico confirma as modificações que tornaram o Campeonato Paulista de Kart o torneio mais barato do Brasil entre aqueles que mantém o status de celeiro de talentos para o automobilismo nacional e internacional. A opção por motores sorteados de preparação original – que reduziu em cerca de 70% os custos de participação por corrida e permitiu aos pilotos economizar, também, nos gastos com motores de treino –, também foi oficializada nas novas regras para 2007.

A 41ª edição do Paulista de Kart será composta pelas categorias Kadet (antiga Cadete), Fireball Júnior (antiga Júnior Menor) e Sprinter Kart (antiga Novatos), ROK Júnior (antiga Júnior), KZ1 (para pilotos Graduados A e B, equivalente a Shifter) e Biland KGP (em suas subdivisões Graduados, Sênior e Super Sênior).

A novidade é a inclusão da Auto Market Endurance Kart, categoria com provas de uma hora de duração disputada por equipes de até três pilotos. O torneio apresenta uma nova fórmula de disputas no kartismo brasileiros por abrir espaço a corridas longas, com dois pit stops obrigatórios, usando karts com motores dois tempos de 28 hp. A categoria Endurance Kart terá neste ano o apoio da revista Auto Market.

Foto: Claudio Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *