Super GT: João Paulo otimista com a chegada da metade do campeonato

Brasileiro irá disputar a quinta etapa em Sugo, no Japão.

O brasileiro João Paulo de Oliveira (Nissan Z) vai disputar neste domingo (23/7) os 300 km de Sugo, quinta etapa do Campeonato Japonês de Super GT. A liderança do certame é da dupla formada pelo japonês Daisuke Ito, com o irlandês Ralph Firman, ex-piloto de Fórmula 1, que usam Honda NSX, com 50 pontos. João Paulo e o japonês Naoki Yokomizo ocupam a 11ª posição, com 17 pontos. “A previsão para o fim de semana é boa, tenho expectativa de fazer uma boa prova”, acredita o paulista, que completou 25 anos de idade na semana passada.

A temporada de nove provas de Super GT entra exatamente em sua metade com a disputa no Sportland Sugo, um circuito de 3.704 metros, com 11 curvas e apenas uma reta de 704 metros, e caracterizado por ser estreito, com apenas 10 metros de largura. “A pista é bem travada e apertada. Isso trará bastante dificuldade no decorrer da corrida para ultrapassar os carros do GT300”, exolica João Paulo, lembrando que nesta corrida estão inscritos 40 carros, sendo 25 da classe de “apenas” 300 hps, que são cerca de sete segundos mais lentos por volta do que o Super GT500, cuja denominação sugere que eles tem 500 hps. Por causa das mazelas do traçado, será muito importante o planejamento da troca de pilotos e reabastecimento no meio da competição. “Temos que montar uma estratégia correta para sairmos de lá com um bom resultado, pois nas ultimas corridas perdemos tempo nos pit stops e dessa vez não queremos cometer o mesmo erro”.

Nos dois dias de testes prévios realizados em maio no autódromo de sugo, o Nissan Fairlady de João Paulo fez o nono tempo em um dia e sexto no outro, a cerca de nove décimos do Honda NSX, que foi o mais rápido. No entanto, a divisão de competição da fábrica promoveu alterações que serão experimentadas a partir dos treinos livres desta sexta-feira. “Desde lá a Nismo vem trabalhando no desenvolvimento da suspensão e tenho esperança de que estaremos melhores”, confia o atual campeão japonês de Fórmula 3. “Precisamos, além disso, caprichar na escolha de pneus, pois nas últimas duas corridas arriscamos uma opção diferente e que nos complicou”, sentencia João Paulo de Oliveira.

A classificação do Campeonato Japonês de Super GT500 após quatro etapas está assim:
1 – 8 Daisuke Ito / Ralph Firman (Honda NSX), 50;
2 – 18 Ryo Michigami / Takashi Kogure (Honda NSX), 43 pontos;
3 – 36 Juichi Wakisaka / Andre Lotterer (Toyota Lexus SC430), 37;
4 – 22 Michael Krumm / Richard Lyons (Nissan Fairlady Z), 35;
5 – 100 Sebastien Philippe / Shinya Hosokawa (Honda NSX), 32;
6 – 23 Satoshi Motoyama / Tsugio Matsuda (Nissan Fairlady Z), 29;
7 – 12 Benoit Treluyer / Kazuki Hoshino (Nissan Fairlady Z), 25;
8 – 35 Naoki Hattori / Peter Dumbreck (Toyota SC), 23;
9 – 1 Yuji Tachikawa / Toranosuke Takagi (Toyota Lexus SC430), 21;
10 – 6 Akira Iida / Tatsuya Kataoka (Toyota Lexus SC430), 20;
11 – 3 João Paulo de Oliveira / Naoki Yokomizo (Nissan Fairlady Z), 17;
12 – 25 Manabu Orido / Takeshi Tsuchiya (Toyota Supra), 11;
13 – 24 Erik Comas / Masataka Yanagida (Nissan Fairlady Z), 7;
14 – 32 Loic Duval / Hideki Mutoh (Honda NSX), 6;
15 – 66 Andre Couto / Katsuyuki Hiranaka (Toyota Supra), 4 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *