Superbike: Martins vence primeira etapa do Brasileiro 0s002 à frente de Scudeler

Uma diferença de dois milésimos de segundo determinou a vitória neste domingo (12), na primeira etapa Campeonato Brasileiro de Motovelocidade da categoria Superbike. Pablo Henrique Martins ultrapassou Gilson Scudeler na linha de chegada do Autódromo Municipal José Carlos Pace, no bairro de Interlagos, em São Paulo, na última das 20 voltas da corrida que marcou o início da disputa pelo título da mais nova categoria da competição.


“Foi uma briga intensa durante toda a corrida”, reconheceu Scudeler, que de 2002 a 2005 conquistou quatro títulos da categoria Supersport. “Eu controlei a corrida toda, mesmo quando estava em segundo ou em terceiro. Quando faltavam umas oito voltas para o final, assumi a liderança, abri uma vantagem e diminuí o ritmo para poupar os pneus. Na última volta, quando entramos na reta dos boxes, o Pablo forçou um pouquinho e passou”, descreveu.

Scudeler enumerou algumas razões para diminuir o ritmo nas voltas finais da corrida em Interlagos. Uma delas foi a necessidade de avaliar a durabilidade dos pneus Michelin, adotados pelo Campeonato Brasileiro para esta temporada. Outra, a expectativa de formar com Pierre Chofard a dobradinha do Team Scud Petrobras na prova. “Na verdade, eu queria que nós dois cruzássemos a linha de chegada juntos, mas acabou não dando”, admitiu.

Chofard, que largou em quinto, terminou a prova em terceiro. Na verdade, os quatro pilotos do Team Scud Petrobras subiram ao pódio em Interlagos. Bruno Corano e Danilo Andric, inscritos na categoria Supersport, foram terceiro e quarto, respectivamente, na vitória de Philippe Thiriet. “Foi um dia muito positivo para toda a equipe, com os quatro pilotos no pódio. A vitória não veio, mas o importante foi começar o campeonato mostrando potencial”, avaliou Scudeler.

Ele e Chofard competiram em Interlagos com modelos de 2005 da Honda CBR 1000RR. Na segunda etapa, marcada para 7 de maio no circuito gaúcho de Santa Cruz do Sul, vão contar com as versões de 2006. “Deveremos ficar ainda mais competitivos”, diz o tetracampeão, que tem sua moto decorada nas cores de BR Petrobras, GP Lubrax, Honda, Arlen Ness, Öhlins, Akrapovic, Black Vision, Shark, Samacar, Pro Heads, Luna, Calfin e Alpinestars.

Na prova das 125cc, a vitória foi de Murilo Ribeiro. Eric Granado, Otávio Licchini, Douglas Figueiredo e Antônio Casalinho completaram o pódio. Ana Lima, campeã das 125cc, estreou com vitória nas 250cc, tendo Fábio Peasson, William Pontes, Marcelo Cristal e Rubens Pacheco em seguida. Nas 500cc, o vencedor foi Alecsandre Brieda. Gilson Romani ficou em segundo lugar, à frente de Sérgio Laurentys, Carlos Alberto Cruz e Mauro Laguna.

Em Interlagos, os dez primeiros colocados na prova das categorias Superbike e Supersport, que compõem grid único, foram os seguintes:
 
1º) Pablo Henrique Martins (SP), Superbike, 35min23s563
2º) Gilson Scudeler, Superbike, a 0s002
3º) Pierre Chofard, Superbike, a 4s704
4º) Leandro Panadés, Superbike, a 15s768
5º) Luís Carlos Cerciari, Superbike, a 27s902
6º) Philippe Thiriet, Supersport, a 42s420
7º) Murilo Colatreli, Supersport, a 57s836
8º) Bruno Corano, Supersport, a 1min28s735
9º) Danilo Andric, Supersport, a 1min37s018
10º) Ademilson Peixer, Supersport, a 1min37s855

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *