Superleague Formula: Antonio Pizzonia vai atrás da vitória na Bélgica

Brasileiro subiu no pódio na abertura do campeonato

O brasileiro Antonio Pizzonia vai representar novamente o Brasil na Taça das Nações da Superleaugue Formula, que realizará a sua segunda rodada tripla neste final de semana (16 e 17/7) em Zolder, na Bélgica.

“Depois de ter me readaptado ao Formula, e ter conquistado excelentes resultados na abertura do campeonato em circuito que eu não conhecia, só posso estar otimista por um desempenho ainda melhor em Zolder”, projeta Antonio Pizzonia, que deixou de vencer a última corrida por apenas um décimo de segundo.

Nas provas de abertura da temporada, no mês passado em Assen, na Holanda, o inglês Craig Dolby foi o grande vencedor, depois de uma emocionante batalha com o amazonense Antonio Pizzonia na corrida final, seguido do holandês Yelmer Buurman.

“Tivemos um desempenho incrível. Fomos melhorando o nosso carro a cada treino e corrida e na final a vitória escapou por muito pouco. De qualquer maneira fiquei muito contente, levando em consideração o tempo que fiquei sem pilotar um fórmula, e o fato de ser minha primeira vez em Assen”, declarou o piloto manauara que já teve passagens pela Fórmula 1, Champ Car, GP2, Stock Car e já competiu na Superleague em 2008 e 2009.

A equipe do Brasil está em quinto no campeonato, com 68 pontos, enquanto Austrália e Japão lideram com 77 pontos. Na primeira corrida Pizzonia enfrentou problemas no seu carro e após uma parada nos boxes recebeu a bandeirada em oitavo. Na segunda prova, após fazer os acertos em seu monoposto, Antonio largou da quinta posição, cruzando a linha de chegada na terceira colocação. E na grande final terminou num excelente segundo lugar.

“O carro ficou muito bom depois dos acertos que fizemos, o desempenho era incrível, minha meta era chegar entre os primeiros e pontuar, e deu certo”, disse Pizzonia. “Agora só temos que seguir este caminho e com a minha adaptação ao carro e o conhecimento que tenho do circuito poderemos almejar resultados ainda melhores”, planeja.

No domingo (17/7) realizam-se duas corridas de 45 minutos cada no circuito de 3.977 metros com dez curvas. Enquanto o grid da corrida 1 será decidido pela classificação de sábado, a segunda prova será disputada com a inversão completa da classificação da primeira corrida, colocando atrás os carros mais rápidos, o que assegura um contínuo interesse pelas disputas de posições ao longo de todo o dia.

Os oito primeiros do fim de semana – quatro de cada bateria – disputam depois a Super Final, que terá lugar quase de imediato após o final da corrida 2. É um sprint de cinco voltas, em busca dos prêmios monetários. O piloto vencedor receberá um cheque de 100 mil Euros, o segundo classificado 50 mil Euros, decrescendo esse valor até aos 10 mil Euros para o sexto lugar, uma das maiores premiações do automobilismo mundial.

O ano de 2011 marca a quarta temporada desta categoria, que reúne alguns dos melhores pilotos de modalidades top do automobilismo mundial, que competem ao volante de monopostos monomarcas, com motores V12 de 4.2 litros e 750 cavalos de potência, capazes de atingir velocidades acima dos 300 km/h.

O canal pago Bandsport promete transmissão de todas as etapas da Taça das Nações Superleague Formula.

Confira a classificação da Taça das Nações:
1) Austrália e Japão, 77 pontos; 3) Inglaterra, 74; 4) Holanda, 72; 5) Brasil, 68; 6) República Checa, 63; 7) Bélgica, 56; 8) Nova Zelândia e Luxemburgo, 52; 10) França, 46; 11) Turquia, 38; 12) China, 34; 13) Espanha, 28, 14) Rússia e Corea, 0.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *