Superleague Fórmula: Pizzonia conquista segundo lugar para o Corinthians na corrida final em Jerez

Brasileiro chegou a liderar a prova de encerramento da primeira temporada do futebol sobre quatro rodas.

O encerramento da temporada inicial da Superleague Formula viu pela primeira vez um representante do Brasil no pódio. Com o carro do Corinthians, Antonio Pizzonia fez uma prova bastante consistente e chegou em segundo lugar na 12ª e última etapa da categoria que une as paixões mundiais por futebol e automobilismo. “É muito bom fechar a temporada com um resultado desses. Este segundo lugar é um presente para toda a torcida corintiana que acompanhou, torceu e meu apoio o ano inteiro”, comemora. A corrida aconteceu neste domingo (23/11), no autódromo de Jerez, na Espanha.


 


Com um carro rápido, Pizzonia partiu da sétima posição e em poucas voltas já ocupava a terceira colocação. O brasileiro do Timão chegou a liderar a corrida antes de sua parada obrigatória nos boxes. E foi justamente por causa da estratégia escolhida pelo time que Pizzonia acredita não ter conseguido a vitória. “Havia um carro na brita e era bem possível de acontecer a entrada do Safety Car. Nós atrasamos a parada, mas a corrida seguiu normalmente. Eu perdi três posições após voltar dos pits”, lembra. A vitória ficou com o Borusia Dortmund. “Eu estava à frente do Borussia antes das paradas. Por isso acho que ficaria com a vitória”, completa.


 


No retorno a pista, Pizzonia recuperou quase todas as posições perdidas, mas não conseguiu ultrapassar o carro alemão. “Eu me aproximava dele, mas perdia muita pressão nas curvas de alta e não conseguia fazer a ultrapassagem”, explica. Apesar de não conseguir a vitória, o brasileiro gostou da maneira como encerrou a temporada. “Foi um ano de altos e baixos, e apesar da desclassificação injusta na primeira corrida do dia, terminar com um pódio é muito bom”, conta.


 


Na primeira etapa da rodada dupla, o piloto do Corinthians também recebeu a bandeirada em segundo lugar, mas acabou punido em 30 segundos, pois a direção de prova julgou que ele entrou nos boxes uma volta antes do permitido. “Eu achei a punição injusta, mas fizemos o que era possível e não conseguimos reverter o resultado”, comenta. Com o acréscimo do tempo, ele ficou com a 12ª colocação.


 


O título da temporada ficou com o carro chinês do Beijing Gouan, com o italiano Milan em segundo e o PSV da Holanda em terceiro. A equipe do Corinthians terminou a competição na nona colocação, mas Pizzonia pensa que a classificação final não representa o desempenho alcançado durante o ano. “Tivemos oportunidades realísticas de mais pódios e vitórias, mas perdemos por algumas falhas. O saldo é bom, mas poderia ter sido melhor”, avalia.


 


Confira o resultado da 12ª etapa em Jerez:


 


1) Borussia Dortmund (Alemanha), 30 voltas em 46min42s999


2) Corinthians (Brasil) a 1s535;


3) Beijing Gouan (China) a 2s345;


4) Galatasaray (Turquia), a 25s500;


5) Roma (Itália) a 25s731;


6) Glasgow Rangers (Escócia), a 30s622;


7) Al Ain (Emirados Árabes Unidos) a 31s906;


8) Anderletch (Bélgica) a 32s986;


9) PSV Eindhoven (Holanda) a 34s756;


10) Milan (Itália), a 38s723;


13) Flamengo (Brasil) a 7 voltas.


 


Confira o resultado da 11ª etapa em Jerez:


 


1) Milan (Itália), 30 voltas em 46min39s203;


2) Porto (Portugal) a 1s290;


3) Tottenham Hotspur (Inglaterra), a 4s122;


4) Anderletch (Bélgica) a 5s428;


5) Roma (Itália) a 7s059;


6) Sevilha (Espanha) a 7s684;


7) Liverpool (Inglaterra) a 7s984;


8) PSV Eindhoven (Holanda) a 8s208;


9) Beijing Gouan (China) a 15s810;


10) Al Ain (Emirados Árabes Unidos) a 27s206;


12) Corinthians (Brasil) a 30s628;


17) Flamengo (Brasil) a 21 voltas.


 


Veja como terminou a temporada 2008 da Superleague Formula:


 


1) Beijing Gouan (China), 413 pontos;


2) Milan (Itália), 335;


3) PSV Eindhoven (Holanda), 327;


4) Liverpool (Inglaterra), 325;


5) Roma (Itália), 307;


6) Anderletch (Bélgica), 303;


7) Galatasaray (Turquia), 277;


7) Porto (Portugal), 277;


9) Corinthians (Brasil), 264;


10) Sevilha (Espanha), 262;


11) Tottenham Hotspur (Inglaterra), 257;


12) Al Ain (Emirados Árabes Unidos), 249;


13) Glasgow Rangers (Escócia), 227;


14) Borussia Dortmund (Alemanha), 218;


15) Basel (Suíça), 205;


16) Flamengo (Brasil), 189;


17) Olympiacos (Grécia), 161;


18) Atlético de Madrid, 132.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *