TC 1600: Luiz Moroni vence primeira bateria da etapa de abertura da categoria gaúcha

O piloto Luís Moroni, a bordo do Corsa número 98, venceu a primeira bateria da etapa de abertura da temporada 2006 da TC 1600 GNV, realizada neste domingo, 12, no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão, no Rio Grande do Sul. A corrida, que iniciou a era do Gás Natural Veicular na categoria, foi marcada pela monotonia e desequilíbrio entre os competidores.



Antes do início da prova, três carros não largaram. O Gol de número 22, e os Corsas de número 00 e 19. Os dois primeiros apresentaram quebra de motor. Com isso, a corrida foi realizada com 16 carros.


 


Na largada, o pole-position Christian Matuzalem, a bordo do Uno número 38, caiu quatro posições, enquanto quem puxava a fila era o piloto Moroni. O Uno de número 43, pilotado por Ritter, apresentou problemas, caindo da 14ª para a última posição.


 


Até a oitava volta da prova, quando foi dada a Bandeira Amarela programada, nada de muito empolgante aconteceu. Apenas o líder Moroni e o vice-líder da prova Carlos Steyer (Corsa 02) fugiam abriam vantagem para o terceiro colocado, o piloto César Backaus, a bordo do Corsa 70.


 


Na décima volta, com os carros já agrupados, foi dada a relargada. Moroni abre mais vantagem para Steyer, enquanto Matuzalem encostava seu Uno 38 no piloto do Corsa 02. Duas voltas foram necessárias para o pole-position assumir a segunda posição. Na 16ª e penúltima volta, Matuzalem encosta em Moroni, mas já é tarde. Moroni vence a primeira e desequilibrada bateria da etapa de abertura.


 


Confira a classificação final da primeira bateria da primeira etapa da TC 1600, realizada em Tarumã:


1)      Luiz Moroni (Corsa 98), 16 voltas;


2)      Christian Matuzalem (Uno 38), a 1 segundo;


3)      Carlos Steyer (Corsa 02), a 3s434;


4)      César Backaus (Corsa 70), a 5s062;


5)      Vitor Genz (Fiesta 01), a 14s855;


6)      Anderson Toso (Fiesta 09), a 17s125;


7)      Pierre Ventura (Fiesta 10), a 25s613;


8)      Leandro Galdino (Corsa 51), a 29s375;


9)      Alexandre Benedeti (Corsa 44), a 32s910;


10)   Vilson Junior (Corsa 11); a 34s598;


11)   Carlos Britto (Uno 71), a 35s051;


12)   Paulo Junior (Corsa 17), a 43 segundos;


13)   Gastão Piccoli (Uno 72), a 46s246;


14)   César Camargo (Corsa 13), a 58s809;


15)   Afonso Ritter (Uno 43), a uma volta;


16)   Ricardo Boessio (Corsa 77), a duas voltas;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *