Top Race: Carro do Corinthians dá as primeiras voltas em Interlagos

Fábio Fogaça deu algumas voltas para checar todos os sistemas do carro e detectou problema com o motor

O carro do Corinthians, que está sendo pilotado pelo brasileiro Fábio Fogaça (Corinthians/Automotiva Usiminas/Feeder/F-Truck/Case/ Beta Ferramentas/ Konrad Caminhões) na Top Race, deu as suas primeiras voltas na tarde desta sexta-feira (23/7) em Interlagos, zona sul de São Paulo (SP). Neste final de semana a categoria do automobilismo argentino irá fazer a preliminar da quinta etapa dos Campeonatos Sul-americano e Brasileiro de Fórmula Truck.

“O carro ficou muito bonito. O meu macacão e capacete, todos pintados nas cores e com o logotipo do Corinthians ficaram bacana. Estou orgulhoso em representar o Timão em uma categoria internacional e importante como a Top Race”, comentou Fabinho Fogaça (18 anos), logo que entrou em seu Ford Mondeo, já com a nova vestimenta alvinegra.

Como Fogacinha já conhece o carro e o circuito paulistano, a sua equipe liberou o piloto de Sorocaba (SP) para dar algumas voltas no final do primeiro treino livre da Top Race, apenas para checar todos os sistemas do carro corintiano.

“Não tivemos nenhum problema, mas tivemos uma constatação nada positiva. O meu motor é o mais fraco da categoria. Só de reta eu tomo 10 quilômetros por hora dos gringos (228 km/h contra 218 km/h) e no miolo levo mais um monte. Não tem velocidade final e não tem força”, explicou o piloto do carro de numeral 100 em alusão aos festejos dos cem anos do clube paulista. “Vou ver com a equipe o que será feito”, completou.

O que é a Top Race

A Top Race V6 é uma das principais categorias do automobilismo sul-americano, ao lado da Stock Car e tem suas 14 provas transmitidas pela TV América. Ela ficou mais em evidência depois que o atual campeão José Maria ‘Pechito’ Lopes chegou a ser anunciado como piloto titular da US F1, equipe que cogitou participar do Mundial de Fórmula 1.

Os carros são os modelos Ford Mondeo, Chevrolet Vectra, VW Passat e Mercedes-Benz, com chassis tubulares como na Stock Car e motores sorteados Berta 3.0 litros V6, com 350 cavalos de potência. O câmbio Saenz tem cinco marchas à frente mais a ré. As rodas de alumínio são de 18 polegadas, com pneus Pzero, da Pirelli. Os amortecedores são os Penske com dois tipos de regulagem externa.

A Top Race trouxe 72 carros – 38 da categoria principal e 34 da Júnior – para correr no mesmo final de semana da Fórmula Truck, num evento conjunto. Nomes famosos no automobilismo argentino integram a lista de pilotos, como Norberto Fontana, Esteban Tuero, Gaston Mazzacane, Gabriel Furlan e José Maria “Pechito” Lopez. No ano passado pela primeira vez a Top Race correu fora da Argentina, e foi justamente em Interlagos, a convite da Fórmula Truck. O piloto argentino Juan Manuel Silva foi o vencedor na ocasião, que contou com a ilustre presença do piloto canadense Jacques Villeneuve, campeão mundial de Fórmula 1 em 1997, que fez sua primeira participação na categoria.

Tempos do 1º Treino Livre – Top Race V6

1º) 37 – José María López (MON, Arg), 1:45.341, média de 147,25 Km/h
2º) 86 – Agustín Canapino (MER, Arg), 1:45.599
3º) 77 – Juan Cruz Alvarez (MER, Arg), 1:46.064
4º) 111 – Juan Manuel Silva (MON, Arg), 1:46.527
5º) 3 – Rafael Morgenstern (MER, Arg), 1:46.684
6º) 29 – Gabriel Furlan (MIT, Arg), 1:46.721
7º) 76 – Germán Giles (MER, Arg), 1:46.838
8º) 1 – Guido Falaschi (MON, Arg), 1:46.846
9º) 7 – Brian Smith (MON, Arg), 1:46.914
10º) 110 – Diego Aventín (MON, Arg), 1:47.130
11º) 68 – Norberto Fontana (PAS, Arg), 1:47.150
12º) 2 – Omar Martínez (MON, Arg), 1:47.206
13º) 52 – Gonzalo Perlo (MON, Arg), 1:47.260
14º) 16 – Ivo Perabo (MER, Arg), 1:47.312
15º) 93 – Matías Rodriguez (PAS, Arg), 1:47.327
16º) 58 – Henry Martin (MON, Arg), 1:47.340
17º) 69 – Sergio Alaux (PAS, Arg), 1:47.407
18º) 13 – Alejandro González (MER, Arg), 1:47.440
19º) 11 – Ariel Pacho (MER, Arg), 1:47.461
20º) 157 – Juan De Benedictis (MER, Arg), 1:47.463
21º) 8 – Patricio Di Palma (MER, Arg), 1:47.597
22º) 5 – Marcos Di Palma (PAS, Arg), 1:47.674
23º) 17 – Nicolás Cotignola (MON, Arg), 1:47.758
24º) 43 – Martín Serrano (MER, Arg), 1:47.823
25º) 91 – José Passadore (MON, Arg), 1:47.843
26º) 87 – Emiliano López (MON, Arg), 1:47.874
27º) 10 – Nicolás Iglesias (MON, Arg), 1:47.929
28º) 113 – Pedro Queirolo ( , Bra), 1:48.099
29º) 122 – Esteban Piccinin (MER, Arg), 1:48.111
30º) 100 – Fabio Fogaça (MON, Bra), 1:48.114
31º) 333 – Gustavo Micheloud (VEC, Arg), 1:48.193
32º) 666 – Gustavo Tadei (MON, Arg), 1:48.290
33º) 4 – Esteban Tuero (MER, Arg), 1:48.726
34º) 25 – Mariano Acebal (VEC, Arg), 1:48.761
35º) 200 – Edgardo Lavari (MON, Arg), 1:49.180
36º) 42 – Gastón Mazzacane (MON, Arg), 1:49.417
37º) 199 – Nazareno López (MON, Arg), 1:49.455
38º) 0 – Emiliano Spataro (PAS, Arg), 2:00.455

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *