Toyota Racing Series: Brasileiros começam treinos na Nova Zelândia para o Toyota Racing Series

Bruno Baptista foi o terceiro, Pedro Piquet fez o 14º tempo e Rodrigo Baptista foi o 17º

Teve início na Nova Zelândia os treinos preparatórios para o Toyota Racing Series, torneio internacional reunindo 19 pilotos de 13 países (Brasil, Rússia, Alemanha, Áustria, Polônia, EUA, Canadá, Argentina, China, Índia, Nova Zelândia, Inglaterra, França), com 15 corridas nos próximos cinco finais de semanas, em cinco cidades diferentes da Nova Zelândia. A abertura do certame acontece neste sábado (16/1), com qualificação e uma prova, e duas outras corridas no domingo.

“É muito bom poder participar desse campeonato aonde pilotos do mundo inteiro vem para correr no verão. É um certame com um nível muito alto, com pilotos rápidos e alguns bem experientes”, comenta Rodrigo Baptista (HTPro Nutrition), que estreou no automobilismo no ano passado, competindo e vencendo corrida na Fórmula 3 Brasil e na Copa Petrobras de Marcas e Pilotos.

E a prévia experiência com o Fórmula Toyota no circuito Ruapuna Park, em Christchurch, contemplou o austríaco Ferdinand Habsburg como o mais rápido (1:17.855) do primeiro dia de testes, seguido do piloto local Brendon Leitch (1:17.968). Em terceiro apareceu o melhor estreante, o brasileiro Bruno Baptista (1:18.946), que corre na Fórmula Renault européia. Entre os outros brasileiros, Pedro Piquet foi o 14º (1:20.498), enquanto que Rodrigo Baptista ficou com a 17ª marca (1:20.835).

“A maior dificuldade que tive foi acostumar com os pneus, porque eles são muito duros, e por isto não tem tanta aderência e demora muito para chegar na temperatura ideal, ao contrario dos pneus da Fórmula 3, que são bem moles. Teremos bastante treinos e dará para entender melhor o funcionamento dele e aprimorar o acerto para o circuito”, explicou Rodrigo, que não participou da primeira sessão de teste, pois o seu carro teve problemas logo após a sua montagem.

Todos os 19 pilotos do Toyota Racing Series estão divididos em apenas quatro equipes, e usam um chassis italiano Tatuus de Fórmula 3, com motor Toyota de 1.800 cc, produzindo 215 hp de potência, com etanol como combustível, câmbio sequencial de seis marchas e pneus Michelin. Os motores e sistemas de gerenciamento de computador são selados.

“É um carro muito novo e muito bom. Comparado com o Fórmula 3 ele tem menos aerodinâmica e menos potência. No entanto, ele é um pouco mais leve e acaba tendo uma boa performance. Estou pegando o jeito dele”, avisou Baptista, que está correndo pela ETEC Motorsport, ao lado do neozelandês Taylor Cockerton e do norte-americano Theo Bean e do francês Timothe Buret.

Confira os melhores tempos do dia 13/1:

1)Ferdinand Habsburg (Áustria), 1:17.855; 2) Brendon Leitch (Nova Zelândia), 1:17.968; 3) Bruno Baptista (Brasil), 1:18.946; 4) Lando Norris (Inglaterra), 1:19.039; 5) Devlin DeFrancesco (Canadá), 1:19.103; 6) Artem Markelov (Rússia), 1:19.434; 7) Guanyu Zhou (China), 1:19.601; 8) James Munro (Nova Zelândia), 1:19.817; 9) Nicolas Dapero (Argentina), 1:20.048; 10) Julian Hanses (Alemanha), 1:20.171; 11) Kami Laliberté (Canadá), 1:20.206; 12) Taylor Cockerton (Nova Zelândia), 1:20.315; 13) Jehan Daruvala (índia), 1:20.447; 14) Pedro Piquet (Brasil), 1:20.498; 15) Antoni Ptak (Polônia) , 1:20.575; 16) Theo Bean (EUA), 1:20.810; 17) Rodrigo Baptista (Brasil), 1:20.835; 18) William Owen (EUA), 1:20.933; 19) Timothe Buret (França), 1:21.752.

Veja o calendário da Toyota Racing Series 2016:

16 e 17/1 – Ruapuna Park (Christchurch)

23 e 24/1 – Teretonga Park Raceway (Invercargill)

29 a 31/1 – Hampton Downs (North Waikato)

06 e 07/2 – Taupo Motorsport Park (Taupo)

12 a 14/2 – Manfeild Autocourse (Feilding)

Acompanhe a Toyota Racing Series pelo website: http://www.toyota.co.nz/racing/toyota-racing-series

Acompanhe os tempos pelo website : http://www.race-monitor.com

Curta www.facebook.com/RodrigoBaptistaOficial

Assista os vídeos no canal de Rodrigo Baptista: https://www.youtube.com/channel/UC2bprq63gyq272543_bkxuw

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *