Trofeo Linea: Neto encerra reinado de Serafin Jr. no Rio

Treinos classificatórios deste sábado definem grid da estreia da nova categoria

Foi por pouco, menos de um décimo de segundo, mas o domínio do carioca Serafin Jr. nos treinos livres do Trofeo Linea no Autódromo de Jacarepaguá finalmente foi quebrado. O autor da façanha foi o paulista Antonio Jorge Neto, que estabeleceu a volta mais rápida da sessão de ensaios livres na tarde desta sexta-feira. Até então, Serafin Jr. havia liderado os três treinos extras.

Tranqüilo como de hábito, Neto fez questão de dividir os méritos com o chefe de equipe Fábio Greco. “Viemos trabalhando desde ontem na direção certa e o Fabinho conseguiu deixar o carro com um ótimo equilíbrio. Com o carro bom, tudo fica mais fácil”, brincou Neto, que marcou sua volta voadora de 1min22s817 ainda nos minutos iniciais da prática. Foi o regresso de Neto ao topo da folha de classificação desde a etapa da Stock Car em Brasília no ano passado. “Fico feliz de entrar na história da categoria como o piloto que liderou o primeiro treino oficial”, comemorou.

Apesar da alegria pelo resultado, Neto manteve a cautela em relação ao qualifying que determinará a ordem de largada da primeira etapa. “É difícil saber se o carro que temos hoje já será bom o bastante amanhã. Carro de corrida sempre tem algo a ser melhorado. Precisamos trabalhar um pouco mais para corrigir as saídas de frente, embora esta seja uma característica natural dos modelos com tração dianteira”, lembrou. Neto disse que também é cedo para antecipar o comportamento do carro na corrida. “Ainda vamos ter de descobrir na prática como os pneus lidarão com um circuito tão abrasivo como este.”

Serafin terminou em segundo, colocando pouco mais de três décimos sobre André Bragantini. O piloto paulista fechou em terceiro em seu melhor resultado desde a abertura da pista na quinta-feira.

Os tempos do Trofeo Línea em Jacarepaguá:

1 – Antonio Jorge Neto, 1min22s817
2 – Serafin Jr., 1min22s916
3 – André Bragantini, 1min23s262
4 – Thiago Camilo, 1min23s326
5 – Popó Bueno, 1min23s470
6 – Alceu Feldmann, 1min23s515
7 – Giuliano Losacco, 1min23s742
8 – Cacá Bueno, 1min23s788
9 – José Vitte, 1min23s963
10 – José Cordova, 1min24s235
11 – Clemente Faria, 1min24s347
12 – Cláudio Gontijo, 1min24s502
13 – Leonardo Nienkötter, 1min24s703
14 – Betinho Sartorio, 1min24s831
15 – Cesare Marrucci, 1min24s853
16 – Ulisses Silva, 1min25s192
17 – Luizito Massa, 1min25s510
18 – Fernando Nienkötter, 1min25s622

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *