Trofeo Maserati: “Já estou feliz com o que fiz este ano”, diz Edu Guedes

Piloto garante que sua receita nas pistas é não se cobrar e afirma seguir frase de Emerson Fittipaldi.

De segunda a sexta-feira, Edu Guedes dá receitas e faz pratos no programa “Hoje em Dia”, da Rede Record. Quando tem corrida do Itaipava Trofeo Maserati, o apresentador deixa de pilotar o fogão para colocar suas habilidosas mãos no volante de uma máquina mais potente: o Maserati Trofeo de motor V8 e 420 cavalos. Em seu primeiro ano disputando um campeonato de automobilismo, Guedes afirma que seu desempenho tem superado suas próprias expectativas.

“Eu comecei a correr este ano. A minha expectativa era aprender, como eu tenho aprendido. Queria tentar seguir pessoas que correm há mais tempo e andam melhor, para pegar o jeito e tentar melhorar. E acho que tenho conseguido fazer isso. Em Curitiba, fui o segundo colocado, debaixo de muita chuva, e no final ainda tentei ultrapassar o Cleber (Faria, líder do campeonato), mas não consegui. Os dois saíram da pista, e ele venceu. Ainda consegui outro segundo lugar (na quarta etapa, em São Paulo), quando herdei três posições de uma só vez, depois que os três carros que estavam a minha frente rodaram enquanto disputavam a segunda posição. Eu nem imaginava que conseguiria chegar ao pódio neste primeiro ano. Já estou feliz com o que fiz! (risos)”
, celebrou.

Em quinto lugar na temporada, com 19 pontos a menos que o primeiro colocado, Cleber Faria, o apresentador sabe que precisa melhorar e se espelha em um dos maiores pilotos de todos os tempos para um dia conquistar sua primeira vitória.

“Tem uma frase do Emerson Fittipaldi que eu tento seguir à risca: ‘Para ganhar uma corrida, a gente primeiro tem que terminá-la’. Então é isso que eu procuro fazer. Acho que, para vencer uma prova, ainda falta experiência mesmo”
, conta. “Às vezes durante a corrida eu ainda fico preocupado em defender a posição, não bater, não avariar o carro, essas coisas. Também estou trabalhando para melhorar meu preparo físico. Portanto, não crio expectativas. Não fico pensando ou imaginando como e quando vai ser minha primeira vitória”, acrescenta.

Para a próxima etapa do Itaipava Trofeo Maserati, no autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, Guedes acredita que vai ter um fim de semana complicado.

“É uma pista nova para mim. Como eu já disse, não crio muitas expectativas. Largar em entre os dez primeiros seria um bom negócio e, de repente, conseguir algumas posições durante a corrida e terminar entre os cinco já seria muito bom”
, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *