Truck: Caminhões ‘pequenos’ dominam treinos e Monteiro, líder, fica satisfeito com 4º lugar

Pernambucano reconhece condições favoráveis para os modelos com motores de nove litros na segunda etapa da Fórmula Truck em Goiânia.

Os ditos caminhões pequenos dominaram os treinos livres que abriram nesta sexta-feira (4) a programação de treinos para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. Os três pilotos mais rápidos foram os paulistas Felipe Giaffone, Renato Martins e Valmir Benavides, todos inscritos com caminhões empurrados por motores de nove litros e com quase uma tonelada de peso a menos que os modelos com motor de 12 litros.


Entre os inscritos com caminhões “grandes”, o melhor colocado foi Beto Monteiro, pernambucano que pilota o Scania número 88 da Roberval Motorsport. Vencedor da prova de março na pista gaúcha de Guaporé e líder do campeonato, ele fechou a sexta-feira como quarto colocado, 1s018 mais lento que Giaffone. “É um resultado considerável para nós, porque essa pista tem curvas muito travadas e isso favorece bastante os pequenos”, comentou o piloto.


O resultado do treino leva Monteiro, que tem seu caminhão decorado nas cores de Scania, Frum, Rodafuso, KS, Mann, Tanesfil, Banco PanAmericano, Niju, CCE, Intel e Consórcio Nacional Scania, a traçar prognósticos positivos para o fim de semana no Autódromo Internacional Ayrton Senna. “Mesmo numa condição um pouco desfavorável, estamos competitivos. Nossa meta aqui é marcar pontos para manter uma boa chance no campeonato”, acrescentou.


Seu companheiro de equipe, o paulista Roberval Andrade, viveu um dia mais apático. Completou apenas três voltas no primeiro treino e, com problemas mecânicos, passou o restante da tarde repousando no motorhome de sua equipe – ainda sente-se debilitado fisicamente por conta de uma virose que contraiu duas semanas atrás. “Preferi repousar para ter melhores condições amanhã, a equipe já providenciou os reparos necessários no caminhão”, disse.


A segunda sessão livre teve 18 apenas participantes – Djalma Fogaça, Wellington Cirino, José Maria Reis, Leandro Reis e Andrade não foram à pista, tendo estabelecido no primeiro treino seus tempos para o resultado geral do dia. Todos os pilotos que atuaram na sessão final baixaram os tempos que haviam estabelecido no início da tarde. Assim, consideradas todas as voltas da sexta-feira em Goiânia, os melhores tempos de cada piloto foram:
 
1º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min47s062
2º) Renato Martins (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min47s198
3º) Valmir Benavides (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min47s874
4º) Beto Monteiro (PE/Scania), Roberval Motorsport, 1min48s070
5º) Vinicius Ramires (SP/Mercedes-Benz), RRT2, 1min48s085
6º) Vignaldo Fizio (SP/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min48s739
7º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min48s897
8º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Motorsport, 1min49s036
9º) Luís Zappelini (SC/Volvo), ABF Volvo, 1min49s249
10º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), 1min49s519
11º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), 1min49s730
12º) Pedro Muffato (PR/Scania), 1min49s760
13º) Fred Marinelli (SP/Iveco), Marinelli Competições, 1min49s774
14º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), RM Competições, 1min49s843
15º) Chico Serra (SP/Ford), DF Motorsport, 1min49s883
16º) Leandro Totti (PR/Ford), Londrina Truck Racing, 1min49s990
17º) Fabiano Brito (PR/Volvo), ABF Volvo, 1min50s192
18º) Diumar Bueno (PR/Volvo), Bueno Race Truck, 1min51s172
19º) José Cangueiro (SP/Mercedes-Benz), ABF Competições, 1min51s295
20º) Regis Boessio (RS/Volvo), Boessio Competições, 1min51s468
21º) José Maria Reis (GO/Volkswagen), Reis Peças, 1min54s359
22º) Leandro Reis (GO/Volkswagen), Reis Peças, 1min56s366
23º) Roberval Andrade (SP/Scania), Roberval Motorsport, 2min17s418

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *