Truck: Campo Grande abre nesta sexta treinos para a quinta etapa

Líder do campeonato, o paranaense Pedro Muffato estipula suas metas para prova que abre a reta decisiva da temporada 2006.


Quatro corridas, quatro vencedores representando três marcas distintas. O equilíbrio verificado na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck aumenta a expectativa em torno da quinta etapa. A corrida de domingo (16) no Autódromo Internacional de Campo Grande abrirá a reta decisiva da temporada 2006, a 11ª da história da categoria, em que os quatro vencedores estão entre os cinco primeiros colocados na tabela de classificação.

O campeonato tem na liderança o paranaense Pedro Muffato, da Scania. Vencedor da segunda etapa, em Fortaleza, soma 66 pontos. Está 10 à frente de Wellington Cirino, da Mercedes-Benz. Os paulistas Roberval Andrade, da Scania, e Renato Martins, da Volkswagen, venceram as duas últimas corridas, em São Paulo e Guaporé. Somam 55 e 40 pontos. Em quinto, com 37, está o paranaense Leandro Totti, da Ford, que ganhou a primeira etapa, em Caruaru.

Muffato, Cirino, Andrade e Martins são, matematicamente, os únicos com chances de sair de Campo Grande com a liderança do campeonato nas mãos. No entanto, a disputa está longe de qualquer definição. Com 140 pontos em jogo nas cinco provas que ainda faltam para o término da temporada, todos os 25 pilotos da categoria têm possibilidades de conquistar a taça – hipótese que será mantida com quaisquer resultados da corrida em Mato Grosso do Sul.

Líder do campeonato pela primeira vez desde que chegou à categoria, em 2000, Pedro enumera seus objetivos para a etapa campo-grandense. “O primeiro, claro, é vencer. O segundo, se não for possível ganhar, é manter a liderança. O terceiro, se não der para ganhar ou continuar líder, é ficar o mais perto possível dos líderes. O quarto é cumprir pelo menos um dos outros três”, pondera o piloto, otimista quanto às chances que tem de ir ao pódio.

Pedro, que tem o Scania eletrônico número 20 decorado nas logomarcas dos patrocinadores Autotrac, Coopavel, Faculdade Assis Gurgacz e Muffatão e dos parceiros Fras-Le, Rodafuso e Tuzzi, nutre simpatia pelo traçado de 3.433 metros de Campo Grande. “Eu prefiro as pistas de alta velocidade. Mas, entre as de média para baixa, a que mais me agrada é esta”, aponta. Seu melhor resultado em Campo Grande foi o sexto lugar na prova de 2003.

O circuito de Campo Grande recebeu a Fórmula Truck quatro vezes. Nas duas primeiras, em 2001 e 2003, Cirino foi vencedor. Em 2004, Totti comemorou a primeira de suas três vitórias na categoria. Em 2005, um acidente envolvendo 19 pilotos na largada suspendeu a corrida. A quinta etapa da temporada de 2006 terá largada às 14h15 de domingo. A Rede Bandeirantes confirma a transmissão ao vivo, com geração de imagens da paranaense Master TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *