Truck: Caruaru acirra o duelo entre os Caminhões pequenos e grandes

O tetracampeão Wellington Cirino foi o melhor entre aqueles que competem com caminhão de 12 litros e prevê duelo acirrado com os “pequenos”.

O primeiro dia de treinos para a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck mostra que o duelo entre os caminhões pequenos (de nove litros) e os grandes (de 12 litros) ficou mais acirrado. A prova será disputada domingo (dia 17/5), no Autódromo de Caruaru, em Pernambucano, com largada programada para às 13 horas.

Nas duas sessões de treinos livres realizadas hoje apresentou o domínio dos pequenos, com a Volkswagen ocupando os três primeiros lugares com os paulistas Felipe Giaffone, Renato Martins e Valmir Benavides. O melhor colocado com um caminhão grande é o paranaense Wellington Cirino, com um Mercedes-Benz Axor 2044. Cirino fez o tempo de 1m48s632, ficando a 824 milésimos de Giaffone, o mais rápido do dia.

Segundo Cirino, o regulamento deste ano favoreceu muito os caminhões pequenos na pista pernambucana. “Eles levaram vantagem e agora temos que correr atrás do prejuízo. Fazendo contas e analisando todas as opções de acertos para diminuirmos esta desvantagem. Teremos que nos desdobrar para largar na terceira fila”, afirma Cirino.

Cirino também informou que aproveitou o primeiro dia de treinos para escolher a melhor relação de diferencial, um melhor acerto da eletrônica e também irá trabalhar mais com amortecedores. “Teremos que analisar bem a eletrônica adaptá-la da melhor forma possível ao circuito, aumentando a injeção de combustível em alguns pontos da pista e menos em outros. A escolha do diferencial também poderá melhorar muito a performance e precisamos melhorar o equilíbrio do caminhão trabalhando mais com os amortecedores”, acentua Cirino.

Para Cirino, a prova de Caruaru será um duelo dos pequenos contra os grandes e também um confronto entre paulistas e demais pilotos. “Como a maioria dos paulistas compete com caminhões pequenos, eles são os grandes favoritos à vitória. Mas uma corrida sempre reserva surpresas e poderemos surpreender se todas as modificações que faremos no caminhão derem certo”, finaliza Cirino.

Tempos combinados dos treinos de sexta-feira da F-Truck em Caruaru

1º) Felipe Giaffone (SP), Volkswagen, 1m47s808

2º) Renato Martins (PR), Volkswagen, 1m48s207

3º) Valmir Benavides (SP), Volkswagen, 1m48s328

4º) Wellington Cirino (PR), Mercedes-Benz, 1m48s632

5º) Beto Monteiro (PE), Iveco, 1m48s715

6º) Djalma Fogaça (SP), Ford, 1m48s767

7º) Fred Marinelli (PR), Iveco, 1m49s374

8º) Vinicius Ramires (SP), Mercedes-Benz, 1m49s657

9º) Geraldo Piquet (DF), Mercedes-Benz, 1m49s689

10º) Vignaldo Fizio (SP), Mercedes-Benz, 1m49s790

11º) Leandro Totti (PR), Ford, 1m49s961

12º) José Maria Reis (GO), Scania, 1m49s999

13º) Pedro Muffato (PR), Scania, 1m50s174

14º) Fabiano Brito (PR), Volvo, 1m50s339

15º) Roberval Andrade (SP), Scania, 1m50s378

16º) Diumar Bueno (PR), Volvo, 1m50s507

17º) Débora Rodrigues (SP), Volkswagen), 1m51s078

18º) Adilson Cajuru (SP), Iveco, 1m51s179

19º) Regis Boessio (RS), Volvo, 1m51s269

20º) Leandro Reis (GO), Scania, 1m51s321

21º) José Cangueiro (SP), Mercedes-Benz, 1m51s565

22º) Egon Allgaeuer (AUT), Man, 1m51s721

23º) Danilo Dirani (SP), Volvo, 1m51s748

24º) João Maistro (PR), Volvo, 1m52s104

25º) Urubatan Helou Júnior (SP), Ford, 1m52s319.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *