Truck: Categoriarevitaliza autódromo do Rio, mesmo em sua despedida

Categoria espera “casa cheia” neste domingo em Jacarepaguá

A prova deste domingo (3) no Autódromo Nelson Piquet, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, será a despedida da Fórmula Truck do circuito carioca, que será demolido para a construção do Parque Olímpico visando os Jogos Olímpicos de 2016. Mesmo assim, a categoria está há 40 dias nas dependências do autódromo trabalhando para revitalizar o local para a etapa desse domingo.

A Fórmula Truck foi a responsável por pintar as escadas das arquibancadas fixas, pois já havia pintado todos os lugares para o público em 2010, além da manutenção nos boxes, na sala de imprensa, no paddock, nos acessos ao autódromo e toda estrutura em geral. Três tratores e três caminhões cortaram toda a grama em volta do traçado que já cobria parte da pista, e as zebras e alambrados também foram pintados. Outra iniciativa da Truck foi a colocação dos pneus de segurança para amenizar o impacto em caso de acidente.

“Mesmo sabendo que é a nossa despedida de Jacarepaguá, nós fizemos questão de deixar o autódromo em condições de receber uma etapa da Fórmula Truck”, comentou Neusa Navarro Félix, Presidente da categoria. Ação semelhante será feita no autódromo de Goiânia, que recebe a categoria no dia 5 de Junho.

O autódromo atual tem 3 km de extensão, que já havia sido reduzido os 4,9 km de pista devido as obras do Jogos Pan-Americanos 2007, foi inaugurado em 1978 e até 1989 sediou as provas do GP Brasil de F1. Em 2010, o público na etapa da Fórmula Truck foi de 45 mil pessoas. A organização espera uma movimentação ainda maior nesse ano, cerca de 50 mil visitantes.

No Rio, a Fórmula Truck faz a segunda corrida do ano, a primeira válida pelo Campeonato Brasileiro. A etapa de abertura, em Santa Cruz do Sul, no final de fevereiro, foi válida pelo Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck, que terá também as provas de São Paulo (3 de Julho) e Buenos Aires (4 de Setembro). Pelo disputa nacional, além do Rio, estão as etapas de Caruaru, Goiânia, Londrina, Guaporé, Curitiba e Brasília. Felipe Giaffone, da RM Volkswagen, vencedor da primeira prova de 2011, lidera o Campeonato Sul-Americano.

Atrações

Além do tradicional show de caminhões, conduzidos por Dani, Bia e Juninho, os filhos do fundador da Truck, Aurélio Batista Félix, na etapa do Rio de Janeiro haverá um show de motos do campeão Jorge Negretti, um dos pilotos de MotoCross mais conhecidos e respeitados do país. O Hino Nacional Brasileiro será interpretado pela cantora Marina Elali minutos antes da largada. A transmissão da prova será em HD (Alta definição) pela BAND.

Confira a programação:
Sexta-Feira (1)

1o Treino livre – 12h às 13h
2o Treino livre – 15h às 16h

Sábado (2)

3o Treino livre – 9h às 10h
Classificação – 14h às 15h30
Super Classificação – 15h45

Domingo (3)

Warm-up – 8h30 às 9h
Desfile dos Pilotos – 9h30
Show de Caminhões – 12h10
Largada – 13h – Duração de 1 hora

TV

BAND, ao vivo, com narração de Téo Jose. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *