Truck: Cirino correu com pneus slicks

Enquanto Pedro Muffato correu com uma salada de pneus, com slicks para pista seca na frente e com pneus de chuva na traseira, Wellington Cirino correu com todos os pneus para pista seca. A equipe optou por trocar os pneus momentos antes da largada.

Segundo Cirino, a opção por pneus para pista seca deu resultado no início da corrida, quando ganhou várias posições, pulando de 13º no grid de largada para terceiro na 13ª volta. No final a prova, ele disse ter enfrentado muitas dificuldades porque a chuva fina que caiu a partir da metade da corrida, deixou a pista muito escorregadia. “Tive que guiar com a ponta dos dedos para não sair da pista. Ainda por cima tive que escapar do acidente do Fizio e do Clodoaldo”, diz Cirino.

Experiente e tricampeão da categoria, Cirino comentou na coletiva de imprensa que preparou o “bote” sobre Débora Rodrigues, utilizando na loucura de Roberval, que retardatário, tentava descontar uma volta dos lideres. “Sabia que o Roberval iria para cima da Débora de forma agressiva e fiquei esperando ele tentar a ultrapassagem para dar o bote e colar na sua traseira, tirando o poder de recuperação da Débora. Deu certo e ganhei a segunda colocação. Mas devo enaltecer a forma leal com que a Débora se comportou porque ficamos lado a lado e não nos tocamos”, afirma Cirino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *