Truck: Paranaenses dominam a categoria

Os paranaenses estão dominando a Fórmula Truck neste início de temporada. Pedro Muffato, piloto de Cascavel, venceu a segunda etapa do Campeonato Brasileiro da categoria, disputada hoje (domingo), no Autódromo Virgílio Távora, em Eusébio, na grande Fortaleza, no Ceará; Wellington Cirino, de Francisco Beltrão, conquistou o segundo lugar, depois de largar em 13º, e Leandro Totti, de Londrina, vencedor em Caruaru, mantém a liderança do campeonato, com 37 pontos, contra 32 de Cirino, que assume a vice-liderança. Muffato ocupa o terceiro lugar, com 31 pontos.

Pedro Muffato completou as 36 voltas da prova em 1h03s00s797, andando à média horária de 61,015 km/h. Ele chegou 0s714 à frente de Wellington Cirino, o segundo colocado. Leandro Totti fez a melhor volta da corrida, na quinta passagem, com o tempo de 1m00s520, andando à média horária de 105,882 km/h.

A prova cearense foi cercada de emoções e liderada do começo ao fim por Pedro Muffato, que largou na pole position e conquistou a sua primeira vitória na categoria. Prestes a completar 64 anos, ele comemorou muito com Wellington Cirino (ABF/Mercedes-Benz) a dobradinha paranaense. Cirino andou pela primeira vez com um carro de corrida que pertencia a Pedro Muffato, no Autódromo de Cascavel. O ponto alta da corrida foi a “lambança” de Roberval Andrade, que retardatário, imprimiu um ritmo forte para descontar a volta que estava atrás em relação aos líderes. Ao forçar a ultrapassagem sobre Débora Rodrigues, permitiu que Cirino desse o bote e assumisse a segunda colocação. Roberval partiu para cima de Muffato e chegou a tocar no líder, fazendo com que a diferença de Muffato para Cirino cai de 6 para menos de um segundo. No final da corrida, um acidente entre Clodoaldo Monteiro e Vignaldo Fizio quase muda os rumos da prova. Muffato e Cirino, que disputavam a liderança, tiveram que fazer “malabarismos” para escapar do acidente. O Pace Truck entrou na pista e nas volta que permaneceu na pista, a chuva aumentou. Dada a relargada, os pilotos só completaram mais uma volta, quando a direção de prova encerrou a corrida pelo limite de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *