Truck: Cirino é tetracampeão

O piloto paranaense venceu a última etapa da temporada e superou seu companheiro de equipe Geraldo Piquet, que ficou com o vice-campeonato.

O paranaense Wellington Cirino, da equipe ABF/Mercedes-Benz, venceu a etapa de encerramento da temporada, realizada hoje (domingo), em Brasília, e conquistou o título de campeão brasileiro de Fórmula Truck de 2008, sagrando-se tetracampeão da categoria. Ele largou na pole position e venceu de ponta a ponta, completando as 46 voltas da prova em 1h00m49s685, andando à média horária de 132,446 Km/h.


Cirino terminou o campeonato com 171 pontos, contra 165 de Geraldo Piquet, seu companheiro de equipe, que terminou a corrida em sexto, e ficou com o título de vice-campeão.


Além de fazer o campeão e o vice-campeão do Campeonato de Pilotos, a Mercedes-Benz também comemora em Brasília a conquista do Campeonato de Marcas, somando 396 pontos, contra 318 da Volkswagen. Este é o bicampeonato da Mercedes, uma vez que venceu também a disputa de Marcas em 2006.


Valmir Hisgué Benavides, terminou a corrida na segunda colocação, à frente de Renato Martins, Roberval Andrade, Fabiano Brito, Geraldo Piquet, José Cangueiro, Regis Boéssio, Pedro Muffato e Djalma Fogaça, que pela ordem, fecharam as dez primeiras colocações.


A corrida
A corrida começou com os dois pilotos da ABF/Mercedes-Benz largando bem. Cirino manteve a ponta e Geraldo pulou de quarto para segundo, Porém, logo começaram os problemas de freios e na sétima volta ele foi ultrapassado por Valmir Hisgué Benavides. As três primeiras colocações continuaram inalteradas até a 12ª volta, quando os seis primeiros eram, pela ordem, Cirino, Benavides, Piquet, Fabiano Brito, Giaffone e Mazzacane. Com a primeira colocação, Cirino diminuiu a diferença para Geraldo Piquet para oito pontos.


Na relargada, Cirino manteve a liderança e Geraldo continuou em terceiro até a 19ª, quando foi superado por Felipe Giaffone, 21ª perdeu o quarto lugar para Renato Martins, na 33ª voltou a ocupa a quarta colocação, com o abandono de Giaffone, mas 34ª foi ultrapassada por Roberval Andrade e na 41ª por Fabino Brito.


Cirino emocionado


Emocionado, Cirino dedicou a conquista do tetracampeonato a Aurélio Batista Felix, criador da Fórmula Truck, falecido no dia 5 de março. Ele disse que Aurélio acreditou no seu trabalho quando ele tinha 20 anos. “Tenho uma gratidão muito grande pelo Aurélio porque ele acreditou em mim, quando eu tinha 20 anos. Sai das categorias de Turismo no Paraná para correr de caminhão”, diz Cirino.


Sobre a corrida, ele diz que procurou andar forte porque precisava vencer para vencer campeão. “Procurei me concentrar ao máximo e o caminhão correspondeu. Agora vamos comemorar com toda a equipe”, afirma Cirino.


Piquet fica sem freios


Geraldo Piquet disse que depois de fazer uma boa largada, logo percebeu que o caminhão estava lento nas curvas e por isso precisou forçar os freios. “Quando fiquei sem freio, passei a perder posições. Procurei manter o ritmo, mas não tive como segurar os adversários que chegaram em mim. Mas o título de vice-campeão me deixa com um gostinho de quero mais e vamos para 2009 quando quero ser o campeão”, afirma Geraldo.


 


Resultados da Fórmula Truck em Brasília
1º) Wellington Cirino (PR), Mercedes-Benz, 46 voltas em 1h00m49s665


2º) Valmir Hisgué Benavides (SP), Volkswagen, a 6s361


3º) Renato Martins (SP), Volkswagen, a 8s647


4º) Roberval Andrade (SP), Scania, a 10s652


5º) Fabiano Brito (PR), Volvo, a 24s351


6º) Geraldo Piquet (DF), Mercedes-Benz, a 27s470


7º) José Cangueiro (SP), Mercedes-Benz, a 29s052


8º) Régis Boéssio (RS), Volvo, a 32s210       


9º) Pedro Muffato (PR), Scania, a 37s845


10º) Djalma Fogaça (SP), Ford, a 59s702


11º) Vignaldo Fizio (SP), Mercedes-Benz, a 1m04s575


12º) João Maistro (PR), Volvo1m07s645


13º) Adilson Cajuru (SP), Iveco, a 1m15s027


14º) Adalberto Jardim (SP), Iveco, a 1m17s254


15º) Leandro Totti (PR), Ford, a 1 volta


16º) Diumar Bueno (PR), Volvo, a 2 voltas


17º) Fred Marinelli (SP), Iveco, a 5 voltas


Não completaram
Felipe Giaffone (SP), Volkswagen, a 13 voltas


Leandro Reis (GO), Volkswagen, a 13 voltas


Gaston Mazzacane (Arg), Mercedes-Benz, a 15 voltas


Vinicius Ramires (SP), Mercedes-Benz, a 30 voltas


Débora Rodrigues (SP), Volkswagen, a 33 voltas


Luiz Carlos Zappellini (SC), Volvo, a 39 voltas


Jonatas Borlenghi (SP), Ford, a 41 voltas


Beto Monteiro (PE), Ford, a 44 voltas


 


Classificação final do campeonato


1º) Wellington Cirino (PR), com 171 pontos


2º) Geraldo Piquet (DF), 165


3º) Roberval Andrade (SP), 132


4º) Felipe Giaffone (SP), 120


5º) Valmir Hisgué Benavides (SP), 120


6º) Beto Monteiro (PE), 53


7º) Renato Martins (SP), 53


8º) Vignaldo Fizio (SP), 39


9º) Luiz Carlos Zappellini (SC), 38


10º) Fabiano Brito (PR), 30


11º) Débora Rodrigues (SP), 25


12º) Vinicius Ramires (SP), 20


13º) Gaston Mazzacane (Arg), 17


14º) Djalma Fogaça (SP), 16


15º) Régis Boéssio (RS), 11


16º) Pedro Muffato (PR), 11


17º) José Cangueiro (SP), 10


18º) Adilson Cajuru (SP), 9


19º) Adalberto Jardim (SP), 8


20º) Leandro Totti (PR), 7


21º) Jonatas Borlenghi (SP), 6


22º) Fred Marinelli (SP), 5


23º) Diumar Bueno (PR), 4


24º) João Maistro (PR), 4


25º) Leandro Reis (GO), com 1 ponto


 


Campeonato de Marcas


1º) Mercedes-Benz, com 396 pontos


2º) Volkswagen, 318


3º) Scania, 196


4º) Volvo, 73


5º) Ford, 29


6º) Iveco, com 22 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *