Truck: Cirino quebra motor no warm-up; Renato Martins é o mais rápido

O tricampeão Wellington Cirino, da equipe ABF/Mercedes-benz, vive um final de semana cheio de “urucubacas” em Campo Grande, onde logo mais à tarde disputará a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck.

Os problemas do piloto do Paraná, que já largou na pole três vezes em Campo Grande e venceu em duas oportunidades, começaram já no primeiro treino de sexta-feira, quando teve uma turbina do motor de seu caminhão estourada. Ontem ele estourou mais uma turbina e passou a enfrentar problemas com o excesso de fumaça, culminando com a desclassificação, junto com outros sete concorrentes, no treino classificatório.

Ele vai largar em 15º. No entanto, todo o estafe técnico terá muito trabalho pela frente para trocar de motor até a hora da largada prevista para às 13 horas (horário de Campo Grande), 14 horas no horário de Brasília.

“Vamos trocar de motor e tentar fazer a melhor corrida possível. Está complicado este final de semana, mas é preferível que o motor quebre no warm-up do que na corrida, como aconteceu em Guaporé. Pior do que está não pode ficar, por isso acredito que poderemos fazer uma bela corrida e quem sabe estar no pódio”, acentua Cirino.

Mesmo com a quebra do motor, Cirino fez o segundo tempo do warm-up. Com o tempo de 1:48.439. O mais rápido foi o paulista Renato Martins, com 1:48.353, apenas 86 milésimos de segundos mais rápido do que Cirino.

Tempos do warm-up em Campo Grande
1º) Renato Martins (SP), Volkswagen, 1m48s353
2º) Wellington Cirino (PR), Mercedes-Benz, 1m48s439
3º) Adalberto Jardim (SP), Volkswagen, 1m48s823
4º) Leandro Totti (PR), Ford, 1m49s020
5º) Beto Monteiro (PE), Ford, 1m49s178
6º) Luiz Carlos Zappellini (SC), Ford, 1m49s429
7º) Vinicius Ramires (SP), Mercedes-Benz, 1m49s483
8º) Djalma Fogaça (SP), Ford, 1m49s844
9º) Débora Rodrigues (SP), Volkswagen, 1m50s186
10º) Diumar Bueno (PR), Volvo, 1m50s290
11º) Fabiano Britto (PE), Volvo, 1m50s306
12º) Vignaldo Fizio (SP), Mercedes-Benz, 1m50s468
13º) Pedro Muffato (PR), Scania, 1m50s475
14º) Roberval Andrade (SP), Scania, 1m50s492
15º) José Cangueiro (SP), Mercedes-Benz, 1m50s534
16º) José Maria Reis (GO), Scania, 1m50s790
17º) Geraldo Piquet (DF), Mercedes-Benz, 1m51s385
18º) Herberto Heinen (RS), Volkswagen, 1m51s558
19º) Fred Marinelli (SP), Iveco, 1m52s426
20º) Eduardo “Macarrão” Fraguas (SP), Ford, 1m52s527
21º) João Maistro (PR), Scania, 1m52s790
22º) Regis Boessio (RS), Iveco, 1m53s588
23º) Beto Napolitano (SP), Volkswagen, 1m55s032

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *