Truck: Cirino sacrifica férias para corrigir seqüelas do acidente de Londrina

Único tricampeão da Fórmula Truck, o piloto paranaense parte para a última parte do tratamento para recuperar seqüelas do acidente sofrido em 2005.

Para corrigir seqüelas do acidente que sofreu em julho de 2005 em Londrina, o paranaense Wellington Cirino, da equipe ABF/Mercedes-Benz sacrificou as festas de fim de ano e as feiras. Ele disputou a última etapa da temporada 2007 no dia 16 de dezembro, em Londrina e no dia 19 já estava na Santa Casa de Londrina, onde fez uma cirurgia para retirar a placa de platina de 35 centímetros e oito parafusos da perna esquerda. Esta semana ele retirou os pontos da cirurgia e iniciou a fisioterapia quinta-feira.

Segundo Cirino, esta é a última parte da recuperação do acidente que sofreu em Londrina em julho de 2005, quando bateu seu caminhão no final da reta do autódromo Ayrton Senna, quando quebrou a tíbia e perônio da perna esquerda e sofreu mais 11 fraturas no pé esquerdo. “Passamos a festa de Natal e Ano Novo a base de suco e refrigerante em função dos medicamentos que estamos tomando. Agora estamos fazendo uma hora e meia de fisioterapia de segunda a sábado e já começamos a caminhar cinco quilômetros por dia”, afirma Cirino.

Cirino diz estar contente com os resultados. “Já estou caminhando sem sentir dores na perna. Tenho mais segurança na perna e já caminhamos cinco quilômetros por dia. Dentro de pouco tempo já poderemos realizar algumas corridas. O objetivo será iniciar a próxima temporada em boa forma física para realizarmos um belo campeonato”, finaliza Cirino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *