Truck: Curitiba abre a fase decisiva da Fórmula Truck

Onze pilotos chegam a Curitiba brigando pelo título da categoria mais popular do Brasil, sendo 7 paulistas, 2 paranaenses, 1 brasiliense e 1 pernambucano.

 


Curitiba abre no próximo domingo (dia 7/10) a fase decisiva do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, quando sediará a sétima etapa da temporada. A prova terá sua largada às 14 horas, com transmissão ao vivo para todo o Brasil pela Rede Bandeirantes.


A categoria que mais leva público aos autódromos do Brasil chega a Capital Paranaense com 11 pilotos brigando pelo título, sendo sete paulistas (Felipe Giaffone, Roberval Andrade, Renato Martins, Jonatas Borlenghi, Valmir Hisgué Benavides, Vinicius Ramires e Vignaldo Fizio), dois paranaenses (Wellington Cirino e Leandro Totti), um brasiliense (Geraldo Piquet) e um pernambucano (Beto Monteiro).


A briga pelo título colocará em confronto quatro Marcas, sendo que Cirino, Piquet, Fizio e Ramires competem com Mercedes-Benz; Giaffone, Renato, Borlenghi e Benavides, com Volkswagen; Totti e Beto Monteiro, com Ford; e Roberval, com Scania.


A prova curitibana eliminará de quatro a seis concorrentes, principalmente se o vencedor for um dos três primeiros colocados na classificação. Por isso, marcar pontos é questão de vida ou morte.


A equipe ABF/Mercedes-Benz está com seus dois pilotos na briga pelo título. O paranaense Wellington Cirino é o terceiro colocado no campeonato, com 76 pontos, 20 a menos do que o líder Felipe Giaffone. Já o brasiliense Geraldo Piquet é o sétimo colocado, com 39 pontos.


Cirino retorna ao cenário do seu primeiro título na categoria, conquistado em 2001, confiante em um bom resultado e tem a expectativa de que a etapa paranaense será a melhor da temporada em função da briga pelo título e porque o autódromo curitibano permite que os pilotos explorem todo o potencial de seus caminhões. “Estarei correndo em meu Estado e teremos como objetivo diminuir a diferença de pontos para o líder. Daqui para frente cada ponto vale ouro e temos que correr pensando no campeonato”, enfatiza Cirino.


Já Geraldo Piquet quer iniciar nova fase no campeonato em Curitiba. Ele começou a temporada com vitória de ponta a ponta em Cascavel, depois de largar na pole position. Foi envolvido em um grave acidente de onde saiu com seu Mercedes-Benz destruído e depois da etapa de São Paulo passou a desenvolver o novo Mercedes-Benz Axor 2044. “O caminhão rendeu bem nas três últimas etapas e daqui para frente só pensaremos em estar no pódio e voltar a vencer. Temos condições matemáticas de brigar pelo título, mas no momento o mais importante e marcar pontos e contribuir para a Mercedes conquistar o bicampeonato no certame de Marcas”, diz Piquet.


 


Classificação do campeonato após seis etapas
1º) Felipe Giaffone (SP), com 96 pontos


2º) Roberval Andrade (SP), 85


3º) Wellington Cirino (PR), 76


4º) Leandro Totti (PR), 56


5º) Renato Martins (SP), 49


6º) Jonatas Borlenghi (SP), 40


7º) Geraldo Piquet (DF), 39


8º) Beto Monteiro (PE), 35


9º) Valmir Benavides (SP), 28


10º) Vinicius Ramires (SP), 22


11º) Vignaldo Fizio (SP), 19


12º) Diumar Bueno (PR), 12


13º) José Maria Reis (GO), 11


14º) João Maistro (PR), 10


15º) Pedro Muffato (PR), 9


16º) Fred Marinelli (SP), 8


17º) Djalma Fogaça (SP), 6


       Luiz Carlos Zappellini (SP), 6


       Adalberto Jardim (sp), 6


20º) José Cangueiro (SP), 4


21º) Débora Rodrigues (SP), 3


       Fabiano Britto (PR), 3


23º) Beto Napolitano (SP), com 1 ponto


 


Campeonato de Marcas
1º) Volkswagen, com 216 pontos


2º) Mercedes-Benz, 156


3º) Scania, 111


4º) Ford, 97


5º) Volvo, 25


6º) Iveco, com 8 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *