Truck: Depoimento dos pilotos da Volkswagen em memória a Aurélio Batista Félix

Renato Martins, Felipe Giaffone, Débora Rodrigues e Valmir Benavides expressam admiração ao criador da Fórmula Truck.

A notícia do falecimento de Aurélio Batista Félix deixou todos os profissionais da Fórmula Truck em profundo estado de pesar. Os pilotos da equipe Volkswagen, Renato Martins, Débora Rodrigues, Felipe Giaffone e Valmir Benavides, expressaram grande admiração pelo criador e presidente da categoria.

Renato Martins, bicampeão da Truck (2006 e 1996, ano de criação da categoria)
“Ficamos completamente atordoados com a notícia. Aurélio e eu sempre fomos muito ligados e devo minha carreira a ele, porque afinal de contas a grandiosidade da Truck só foi possível graças ao seu incansável trabalho. Vamos agora dar força à família do Aurélio para amenizar a dor deste momento, que infelizmente não tem remédio. Para os torcedores da Truck, a mensagem é que continuem apoiando e incentivando a categoria como sempre, pois é o que o Aurélio mais desejaria.”

Débora Rodrigues, única mulher da Truck
“É uma perda muito grande para pilotos, torcedores, fãs da Truck e de todo automobilismo. Aurélio era um exemplo para todos nós. Ele sempre me cobrou muito e isso me ajudava a ser cada vez melhor, porque me dediquei ao máximo para obter resultados e mostrar para ele que eu também era capaz Ter o respeito do Aurélio significava muito para mim. Quando ele viu que minha dedicação ao esporte era séria, foi o primeiro a me apoiar e incentivar. Graças à Formula Truck, pude mostrar que entrei no automobilismo não para enfeitar o ambiente, mas para competir de forma séria e profissional. Vamos seguir trabalhando muito e estaremos ao lado da família para que a Fórmula Truck, nascida da mente empreendedora de uma pessoa de origem simples mas de idéias brilhantes, continue sendo tão grande quanto o sonho de seu criador.”

Felipe Giaffone, atual campeão da Truck
“Eu admiro muito a trajetória de vida do Aurélio. Ele nunca teve formação em marketing ou promoção de eventos, mas foi capaz de criar uma categoria única no mundo, como a Fórmula Truck. Corri em outros campeonatos, como a Indy, e posso dizer que a Truck me impressionou de cara. E este sucesso existe pela extrema dedicação do Aurélio. Era um cara determinado e apaixonado pelo que fazia. Sinto orgulho em ser o atual campeão da Truck, de entrar no autódromo e saber que faço parte do evento capaz de mexer com a paixão de milhares de torcedores.”

Valmir Benavides, líder do campeonato de 2008, com 22 pontos
“Gostaria de deixar meus sinceros sentimentos para a família do Aurélio, uma pessoa que tinha muito a ensinar a todos nós. O automobilismo também deve muito à figura dele, que criou uma categoria na qual vários pilotos puderam desenvolver suas carreiras e viver do mesmo sonho que ele compartilhava: as corridas de caminhão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *