Truck: Em prova acidentada, Leandro Totti vence de ponta-a-ponta em Tarumã

Depois de um início de prova muito movimentado após acidente envolvendo 8 caminhões, o paranaense Leandro Totti (Ford) que havia largado na pole, venceu a prova em Tarumã não dando chances aos adversários.

Leandro Totti fez uma excelente largada, conseguindo manter-se na ponta e abrir vantagem dos adversários. O paulista Roberval Andrade (Scania) que havia largado na 2ª posição, caiu para o 4º lugar, sendo superado por Wellington Cirino (Mercedes-Benz) e Beto Monteiro (Ford).

Na 2ª volta, o vencedor da prova de abertura em Cascavel, Geraldo Piquet (Mercedes-Benz) e Vinicius Ramires (Mercedes-Benz) tocaram-se ao final da reta dos boxes, porém ambos conseguiram manter-se na pista, controlando seus caminhões.

Na sequência, já com Geraldo assumindo a frente, Ramires toca na traseira do piloto de brasília, fazendo com que os dois caminhões batam violentamente contra o muro de proteção. Geraldo teve seu caminhão jogado de frente contra o muro, porém o piloto nada sofreu.

Com os dois caminhões retornando para a pista, outros pilotos foram atingidos não conseguindo desviarem: Pedro Muffato atingiu a traseira do caminhão de Ramires, e quando escorregava para a grama, Débora Rodrigues foi atingida, danificando a frente do seu caminhão.

Renato Martins, José Maria Reis, Fabiano Brito e Luiz Zapellini também foram atingidos. Todos com excessão de Zapellini nada sofreram a não ser danos materiais dos seus caminhões.

Zapellini ficou preso nas ferragens do seu Ford, passando por 20 minutos de muita preocupação até que a equipe médica conseguisse remover o piloto que sofreu uma fratura no joelho, mas que pelas primeiras informações passa bem.

Com o acidente a prova foi paralisada com bandeira vermelha; por estar na segunda volta, a primeira largada fora cancelada e todo o procedimento inicial retomado. De todos os caminhões envolvidos no acidente, apenas o Scania de José Maria Reis pode voltar a pista e participar da largada novamente.

Quase uma hora após a largada inicial, uma nova largada é acionada. Leandro Totti mantém novamente a ponta, com Roberval Andrade em segundo lugar, sendo seguido por Wellington Cirino, Beto Monteiro e Felipe Giaffone.

Neno (Volkswagen) tem um princípio de incêndio no seu caminhão devido a um problema na turbina, consegue ir até os boxes mas abandona a prova.

Depois de 4 voltas, Totti já dispara na liderança deixando a disputa para o segundo grupo. Maistro (Volvo) faz um belo início de prova e ocupa a 6ª colocação. Uma volta depois, Marinelli (Iveco) e Carreira (Volvo) são punidos por excesso de velocidade no radar.

Na 12ª volta, com a entrada programada do Pace Truck para reunir o grupo, Totti cruza na frente, seguido por Roberval, Cirino, Beto e Giaffone. Na relargada, mais uma vez Totti se distancia do grupo, não dando chances para uma aproximação de Roberval.

Na 15ª volta o Pace Truck é acionado mais uma vez, para remoção do caminhão 77 de Regis Boessio. Duas voltas depois com a corrida reiniciada, nenhuma mudança de posição entre os 5 primeiros colocados.

Wellington Cirino não teve uma prova fácil, sempre sendo pressionado por Beto Monteiro que teve um caminhão muito melhor na parte mista, porém que perdia rendimento em relação ao Mercedes-Benz de Cirino na reta.

Nas últimas 2 voltas, Monteiro já não consegue seguir o ritmo de Cirino na luta pela 3ª posição e começa a sofrer pressão de Giaffone, porém as posições são mantidas até a bandeirada final.

Leandro Totti, que trocou seu Ford com motor eletrônico da primeira etapa pelo antigo motor mecânico vence em Tarumã não dando chance aos adversários. Roberval Andrade é o 2º colocado seguido por Wellington Cirino, Beto Monteiro e Felipe Giaffone.

Após a prova, Vinicius Ramires declarou que não teve a intensão de causar o acidente do início da prova, e só tocou em Geraldo Piquet devido ao seu caminhão estar desgovernado após o primeiro toque dos dois na saída da reta dos boxes. A comissão desportiva será acionado para estudar o caso.

Confira a classificação fina da etapa de Tarumã:









































































































Pos No   Piloto Vlts Dif.
1 73   Leandro Totti 25 50:17.929  
2 15   Roberval Andrade 25 2.602  
3 6   Wellington Cirino 25 3.924  
4 50   Beto Monteiro 25 5.066  
5 4   Felipe Giaffone 25 5.641  
6 10   Vignaldo Fizio 25 19.161  
7 55   Reis Peças 25 20.106  
8 21   José Cangueiro 25 21.664  
9 14   João Maistro 25 23.123  
10 17   Beto Napolitano 25 34.188  
11 5   Andre Carreira 25 34.269  
12 11   Diumar Bueno 25 34.301  
13 33   Fred Marinelli 17 17 voltas
14 77   Regis Boessio 16 16 voltas
15 8   Jonatas Borlenghi 1 1 volta

 

Melhor volta: Leandro Totti – 2ª volta – 1min22s084 (132,27 km/h)

Após duas etapas realizadas, o pernambucano Beto Monteiro (Ford) lidera o campeonato com 33 pontos, seguido pelo paulista Roberval Andrade (Scania) com 32 pontos e o paranaense Wellington Cirino (Mercedes-Benz) com 29 pontos. Geraldo Piquet (Mercedes-Benz) vencedor da primeira etapa está em 4º lugar com 28 pontos, seguido por Leandro Totti (Ford) que venceu em Tarumã, com 28 pontos também.

A próxima etapa acontece em Interlagos (SP) no dia 20 de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *