Truck: Ford coloca dois caminhões entre os cinco primeiros

DF Motorsport/Ford Racing Trucks foi a única equipe que teve dois caminhões na Super Classificação entre os cinco mais rápidos.


O paulista Renato Martins (Volkswagen) garantiu a pole position para a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, será disputada neste domingo (17/9) em Cascavel (PR), com transmissão ao vivo pela Rede Bandeirantes de TV, a partir das 14 horas. Ao seu lado vai largar Roberval Andrade (Scania), seguido de Vinicius Ramires (Mercedes-Benz), Beto Monteiro (Ford) e Djalma Fogaça (Ford). “Nossa perspectiva para a corrida, com certeza, é das melhores. Já estamos muito felizes com o desempenho de hoje, e para amanhã vamos vir com novidades”, avisa Djalma Fogaça, piloto e chefe da equipe DF Motorsport/Ford Racing Trucks, a única que teve dois caminhões na Super Classificação, que reuniu os cinco mais rápidos. Líder do campeonato, o cascavelense Pedro Muffato (Scania) vai partir da sexta posição.

Apesar do circuito de Cascavel favorecer os caminhões de 12 litros, que tem 700 kg a mais, mas chegam a 1.150 hp, os caminhões mais leves, como Volkswagen e Ford, que tem potência ao redor de 770 hp, tiveram um bom desempenho na classificação. “Temos trabalhado bastante no chassi e nas suspensões, para podermos equilibrar a briga. Além disso, os caminhões que estão a nossa frente já usam os motores eletrônicos, e nós levamos desvantagem, pois ainda permanecemos com os mecânicos. Por isso, temos que comemorar este resultado”, explicou o pernambucano Beto Monteiro, que foi segundo colocado no circuito do oeste-paranaense em 2004, ano em que assegurou o primeiro título de campeã para a Ford.

Muito animado com a performance dos caminhões de sua equipe estava o sorocabano Djalma Fogaça, vencedor da etapa de cascavel em 2003. “Ganhamos muito com a preparação de motores feita pela ABF Competições, voltamos para o grupo da frente”, elogia a competência de Aurélio Félix Batista. “Amanhã (domingo), durante o treino de aquecimento, vamos experimentar turbinas e bicos injetores com novas medidas. Se não tiver problema com fumaça, acho que dá para brigar ali na frente. E se chover, então…”, anima-se o “Caipira Voador”, com a possibilidade das chuvas na região aumentarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *