Truck: Fred Marinelli lidera o classificatório, mas pole só será conhecido no domingo

Desde a noite anterior, quando começou a chover mais forte na cidade de São Paulo, pilotos e equipes sabiam que o sábado (19) seria de muito trabalho, principalmente para adaptar os caminhões às novas condições climáticas.

Quem conseguiu antecipar essa mudança saiu na frente, ganhou tempo para trabalhar nos dois treinos livres realizados pela manhã e viu o resultado aparecer na tomada de tempo, que começou a definir o grid para a terceira etapa da temporada da Fórmula Truck, que será disputada no domingo (20), às 14h05. Fred Marinelli foi o mais rápido e levou um caminhão Iveco ao primeiro lugar pela primeira vez na história da categoria.

Um desempenho que ele credita mais ao trabalho do que a sorte. “Nosso acerto estava perfeito para a pista molhada e eu não cometi erros. Os ajustes que fizemos para essas condições foram decisivos. Agora, temos que torcer para continuar chovendo no domingo, já que é aí que levamos vantagem. No seco, estamos perdendo muito nas retas”, contou o piloto, que já largou duas vezes na pole position, no campeonato de 2000. As cinco primeiras posições para a largada serão definidas neste domingo, às 09h05, no chamado Top Qualifying. O treino, que seria realizado ainda no sábado, foi adiado em razão da falta de luz natural no circuito.

A chuva não só trouxe surpresas na tomada de tempo como também atrapalhou o planejamento de alguns pilotos, como Wellington Cirino, que foi o mais rápido no dia anterior, chegou a abrir o dia na frente, mas não passou de um nono lugar na folha de tempos. “A chuva apertou justamente quando eu entrei na pista”, reclamou. Roberval Andrade teve melhor sorte e fechou o dia em segundo. “O mais importante é que garantimos uma posição entre os cinco melhores. Independente de brigar pela pole, já estamos num lugar que me dá segurança para a corrida”, afirmou o competidor, que ocupa o segundo posto na tabela de classificação, um ponto atrás de Beto Monteiro.

O líder do campeonato também garantiu vaga no Top Qualifying, em quinto lugar. Um dos destaques do treino foi Vinícius Ramires, que ao longo da semana esteve envolvido na principal polêmica da atual temporada. Foi suspenso por duas provas, conseguiu reverter a situação na Justiça Comum, está autorizado a correr e fez o terceiro melhor tempo. “Arrisquei muito na volta, cheguei a sair da pista, então estou feliz com o resultado”, analisou. Outro que merece menção é Geraldo Piquet, que perdeu quase todos os treinos aguardando o novo caminhão (fez apenas a sessão para verificação de fumaça) e entrou na pista sem referências para o treino classificatório, mas está garantido para a prova.

Confira o classificatório:

1º) Fred Marinelli (SP), Iveco, 2m35s522
2º) Roberval Andrade (SP), Scania, 2m35s522
3º) Vinicius Ramires (SP), Mercedes-Benz, 2m35s705
4º) Jonatas Borlenghi (SP), Volkswagen, 2m36s394
5º) Beto Monteiro (PE), Ford, 2m36s570
6º) Renato Martins (SP), Volkswagen, 2m36s646
7º) Felipe Giaffone (PR), Volkswagen, 2m37s242
8º) Beto Napolitano (SP),Volkswagen, 2m37s544
9º) Wellington Cirino (PR), Mercedes-Benz, 2m37s601
10º) João Maistro (PR), Volvo, 2m39s198
11º) Valmir Hisgué Benevides (SP), Volkswagen, 2m39s282
12º) Daniel Gianfrati (SP), Ford, 2m39s567
13º) José Maria Reis (GO), Scania, 2m39s866
14º) Regis Boessio (RS), Ford, 2m40s733
15º) André Carreira (SP), Volvo, 2m42s363
16º) Diumar Bueno (PR), Volvo, 2m42s908
17º) Vignaldo Fizio (SP), Mercedes-Benz, 2m45s319
18º) Leandro Totti (PR), Ford, 2m45s747
19º) Geraldo Piquet (DF), Mercedes-Benz, 2m45s871
20º) Fabiano Brito (PR), Volvo, 2m59s542
21º) Pedro Muffato (PR), Scania, 3m03s634
22º) Djalma Fogaça (SP), Ford, sem tempo
23º) José Cangueiro (SP), Mercedes-Benz, sem tempo
24º) Urubatan Helou Júnior (SP), Volvo, sem tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *