Truck: Geraldo Piquet vence em Fortaleza e assume a liderança da temporada

O filho mais velho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet largou na pole position e venceu de ponta a ponta.

Com uma atuação perfeita, o brasiliense Geraldo Piquet, da equipe ABF/Mercedes-Benz, venceu hoje (domingo), a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. A prova foi disputada no Autódromo Virgílio Távora, em Eusébio, na grande Fortaleza e foi completamente dominada pelo filho mais velho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet, que largou na pole position liderou de ponta a ponta.


Geraldo completou as 47 voltas da prova em 49m41s312, andando à média horária de 101,021 Km/h. Em segundo lugar, a 11s498 de Piquet, chegou o paulista Renato Martins, classificando-se à frente de Valmir Hisgué Benavides (SP), João Maistro (PR), Gaston Mazzacane (Arg), Luiz Carlos Zappellini (SC), Roberval Andrade (SP), José Cangueiro (SP), Débora Rodrigues (SP), e Régis Boéssio (RS), que pela ordem, completaram as 10 primeiras colocações da prova.


Com a vitória em Fortaleza, Geraldo Piquet assumiu a liderança do campeonato, com 78 pontos, 19 a mais do que Roberval Andrade, que passa a ser o vice-líder. Valmir Hisgué Benavides passa a ser o terceiro colocado, com 58 pontos, enquanto que Felipe Giaffone, que chegou ao Ceará na liderança, cai para quarto, com 53 pontos. No Campeonato de Marcas, a Volkswagen lidera com 156 pontos, contra 125 da Mercedes-Benz.


A prova cearense foi cheia de disputas logo na primeira volta um toque entre Djalma Fogaça (Ford) e Felipe Giaffone (Volkswagen) tirou os dois pilotos da corrida. Giaffone liderava o campeonato. Embora não sofrendo ameaças, no início da prova, o pernambucano Beto Monteiro (Scania) até que um problema técnico o tirou da segunda colocação. A posição passou a ser de Roberval Andrade, também da Scania, mas volta 46 quebrou o cubo da roda dianteira esquerda do seu Scania, que foi parar a caixa de brita e a roda estampar no muro do autódromo. O acidente forçou a entrada do Pace Truck e a prova terminou em bandeira amarela.


Tática perfeita


Geraldo Piquet destacou na coletiva de imprensa que a tática adotada para a prova foi perfeita. “A vitória começou no treino classificatório, quando fiz voltas perfeitas e conquistei a pole position. Na corrida, o ponto decisivo foi a largada, quando mantive a liderança. A partir daí foi só administrar e manter sempre uma confortável vantagem de aproximadamente dois segundos em relação ao Beto Monteiro no início da corrida e para o Roberval na parte final. “Foi uma corrida de concentração para não cometer erros e no final a bandeira amarela afastou o risco de quebras em função do forte calor”, salienta Piquet.


Piquet também comentou que desde o início da temporada adotou a tática da regularidade para brigar pelo título. Na quarta etapa chega a liderança com uma vantagem de 19 pontos para Roberval Andrade, o vice-líder. Com esta vantagem ele destaca que a regularidade será ainda mais importante porque estando no pódio nas próximas etapas, pode até ampliar esta vantagem. “Daqui para frente é somar pontos para conquistar o título, que será importante para minha carreira e para a Mercedes-Benz”, acentua Piquet.


Piquet também informou que irá continuar com o mesmo Mercedes-Benz Axor 2044 até o fim da temporada. Wellington Cirino, seu parceiro na equipe ABF/Mercedes-Benz, estreou novo caminhão, mas abandonou a prova na 27ª volta com problemas no sistema de direção. “Este caminhão é novo. Ele começou a ser desenvolvido do zero logo depois do acidente de Tarumã, no ano passado. Ele ainda pode melhorar e como está rendendo bem, não há motivo para trocarmos de caminhão agora”, finalizou Geraldo Piquet, que chega a sua quarta vitória na categoria.


A quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck será disputada no dia 6 de julho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.


 Resultado da Fórmula Truck em Fortaleza
1º) Geraldo Piquet (DF), Mercedes-Benz, 47 voltas em 49m41s312


2º) Renato Martins (SP), Volkswagen, a 11s498


3º) Valmir Hisgué Benavides (SP), Volkswagen, a 21s577


4º) João Maistro (PR), Volvo, a 28s311


5º) Gaston Mazzacane (Arg), Mercedes-Benz, a 35s802


6º) Luiz Carlos Zappellini (SC), Volvo, a 1m12s180


7º) Roberval Andrade (SP), Scania, a 1 volta


8º) José Cangueiro (SP), Mercedes-Benz, a 1 volta


9º) Débora Rodrigues (SP), Volkswagen, a 1 volta


10º) Régis Boéssio (RS), Volvo, a 1 volta


11º) Fred Marinelli (SP), Iveco, a 1 volta


12º) Diumar Bueno (PR), Volvo, a 4 voltas


13º) Leandro Totti (PR), Ford, a 9 voltas


14º) Beto Monteiro (PE), Scania, a 10 voltas


Não completaram
Wellington Cirino (PR), Mercedes-Benz, a 20 voltas


Vinicius Ramires (SP), Mercedes-Benz, a 24 voltas


Pedro Muffato (PR), Scania, a 24 voltas


Adalberto Jardim (SP), Iveco, a 33 voltas


José Maria Reis (GO), Volkswagen, a 36 voltas


Leandro Reis (GO), Volkswagen, a 41 voltas


Djalma Fogaça (SP), Ford, a 42 voltas


Vignaldo Fizio (SP), Mercedes-Benz, 43 voltas


Felipe Giaffone (SP), Volkswagen, a 43 voltas


Chico Serra (SP), Ford, a 44 voltas


 


Classificação do campeonato após quatro etapas
1º) Geraldo Piquet (DF), com 78 pontos


2º) Roberval Andrade (SP), 59


3º) Valmir Hisgué Benavides (SP), 58


4º) Felipe Giaffone (SP), 53


5º) Beto Monteiro (PE), 31


6º) Wellington Cirino (PR), 30


7º) Renato Martins (SP), 27


8º) Débora Rodrigues (SP), 18


     Luiz Carlos Zappellini (SC), 18
10º) João Maistro (PR), 16


11º) Fabiano Brito (PR), Volvo, 9


       Vinicius Ramires (SP), 9


13º) Vignaldo Fizio (SP), 8


        Gaston Mazzacane (Arg), 8


15º) Diumar Bueno (PR), 4


       Djalma Fogaça (SP), 4


        José Cangueiro (SP), 4


18º) Pedro Muffato (PR), 3


19º) Fred Marinelli (SP), 2


20º) Régis Boéssio (RS), com 1 ponto


 


Campeonato de Marcas


1º) Volkswagen, com 156 pontos


2º) Mercedes-Benz, 125


3º) Scania, 93


4º) Volvo, 47


5º) Ford, 4


6º) Iveco, com 2 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *