Truck: Interlagos abre treinos da principal corrida do ano

O Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck dá início nesta sexta-feira (19) à movimentação em pista da corrida que pilotos e equipes consideram, diante da logística exigida, a mais importante do ano. A terceira prova da temporada 2006, domingo (21), terá os 25 pilotos participantes na pista do Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos. Dentre eles, quatro já conquistaram vitórias no seletivo traçado paulistano de 4.309 metros.

Dos pilotos em atividade na categoria atualmente, o primeiro a vencer em Interlagos foi o paulista Renato Martins, que ganhou uma das baterias de em 1998 – à época, a categoria tinha todas as suas etapas compostas por rodadas duplas. O paranaense Wellington Cirino ganhou em 2002 e 2003, sob o sistema de provas únicas praticado até hoje. Em 2004, a vitória foi do paulista Roberval Andrade. No ano passado, venceu o paranaense Leandro Totti.

Roberval vê no trabalho preparatório das últimas semanas um dos trunfos para manter seu bom retrospecto em Interlagos. Em sua primeira participação, em 2002, largou em 11º e terminou em segundo. No ano seguinte, foi quarto no treino e na corrida. Em 2004, conquistou a pole-position e venceu a prova, integrando a série de homenagens prestadas a Ayrton Senna pelos 10 anos de sua morte. No ano passado, foi pole e liderou até o caminhão quebrar, na 13ª volta.

“Não sei dizer nada dos outros, mas nós estamos muito competitivos para esta corrida. Muito mesmo”, diz o paulista, que tem em seu Scania eletrônico o número 15 e as logomarcas de Consórcio Nacional Scania, Banco Panamericano, Rodafuso, Knorr-Bremse, Frum, NSK, KS e Guerra. Sua avaliação otimista tem por base os dados coletados pela equipe Roberval Motorsport nos testes feitos na semana passada, na pista paranaense de Londrina.

“Usamos o treino em Londrina para desenvolver o acerto dos caminhões e também para diminuir os índices de fumaça”, revela Roberval. No mês passado, ele perdeu a pole-position que havia conquistado para a corrida em Fortaleza em função do excesso de fumaça. “O caminhão está excelente. Com o entrosamento da equipe e a qualidade de nossa estrutura, é líquido e certo que vamos estar na briga pela vitória com muitas chances”, acredita.

O goiano José Maria Reis, outro piloto da Roberval Motorsport, chega a São Paulo satisfeito com os testes de Londrina. “Eu completei umas 80 voltas e fiz tempos muito bons. O melhor de tudo é que o ritmo foi bom e constante. A chance de conquistar mais pontos é considerável”, afirma Reis, nono colocado na tabela de pontos do campeonato. “Ter os dois pilotos da equipe no pódio seria fantástico. Vamos trabalhar por isso”, ele promete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *