Truck: “Não pensei que a perda do Aurélio fosse mexer tanto comigo”, confessa Roberval

A notícia da morte de Aurélio Batista Félix, na noite de quarta-feira (5), chocou o automobilismo brasileiro.

De modo especial, os profissionais ligados ao Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, categoria criada e coordenada pelo ex-dirigente. “Eu não imaginava que esta notícia trágica fosse mexer tanto comigo quanto mexeu. Fiquei chocado”, admitiu o paulista Roberval Andrade, que pilota na categoria desde 2000 e foi campeão brasileiro em 2002.

Andrade manifesta a admiração que nutre por Félix desde o início de sua carreira como piloto, quase oito anos atrás. “Sempre admirei o Aurélio pela garra e pela determinação que ele mostrou. A Fórmula Truck teve uma perda irreparável, sinto por todos nós, que estávamos sempre ao redor dele”, comentou. O corpo de Aurélio está sendo velado no Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos, e será sepultado na manhã desta sexta-feira (7).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *