Truck: Piloto disputa um terço da prova com pneu furado

Com poucas batidas e também com poucas penalizações, a prova de Cascavel (PR), sexta da temporada da Fórmula Truck e realizada neste domingo (17/09), foi marcada pela quebra do piloto Roberval Andrade que caiu de segundo para quinto lugar no campeonato de pilotos. Seu companheiro de equipe José Maria Reis chegou na 11ª colocação.


Logo na largada o piloto de Goiás, José Maria, perdeu a décima posição. Com disputas acirradas com o paulista Adalberto Jardim o goiano chegou a andar na nona colocação, quando passou acima da velocidade no radar. A regra da Fórmula Truck prevê que todos os pilotos passem em no máximo 160 km/h na reta e Zé Maria passou a 161 km/h. “A regra existe para ser cumprida, não podemos lamentar uma infração por minha parte. Uma pena ter que pagar a penalização, pois eu tinha plenas condições de chegar ao pódio”, justifica o goiano.
O maior dos problemas que o piloto enfrentou foi um pneu traseiro interno furado durante quase toda a prova. Por doze voltas teve que manter o caminhão nas pistas. “Não foi fácil segurar o bruto. Dificilmente eu conseguiria chegar e ultrapassar o Diumar (Bueno). Minhas voltas ficaram cada vez mais lentas e a sorte era a vantagem que eu tinha para o Vig Fízio”, explicou José Maria. Apesar do resultado o piloto ainda gostou da prova que competiu. “Eu fiz uma ótima prova, sei que foi boa. Acredito que já estou bem adaptado com o caminhão”, completou o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *