Truck: Piquet quer levar Mercedes-Benz ao título de Marcas

Geraldo Piquet, filho mais velho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet, estabelece o título de Marcas como a meta em sua quarta temporada na Fórmula Truck.

Completamente recuperado do acidente de moto que sofreu no ano passado, quando teve rompimento dos ligamentos do joelho direito e fraturas na bacia e ficou ausente das etapas de Londrina, Campo Grande, Curitiba e Tarumã, Geraldo Piquet, filho mais velho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet, parte para sua quarta temporada na Fórmula Truck, defendendo as cores da ABF/Mercedes-Benz. No próximo domingo (dia 19/3), ele disputará a etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de 2006 da categoria, no circuito de Caruaru, em Pernambuco.

Segundo Geraldo Piquet, sua meta para este ano será contribuir para que a Mercedes-Benz conquiste o título do Campeonato de Marcas. Em cinco anos em que está na Fórmula Truck, a montadora sagrou-se tricampeã no Campeonato de Pilotos, com o paranaense Wellington Cirino (2001, 2003 e 2005) e duas vezes foi vice-campeã (2002 e 2004). “Este ano vamos brigar pelo título de Pilotos e de Marcas. Estou bem fisicamente e o ambiente na equipe é perfeito. Tenho bom entrosamento com o Cirino e nesta temporada teremos outros três pilotos (Vignaldo Fizio, José Cangueiro e Vinicius Ramires) correndo com a Marcas Mercedes-Benz, que também darão grande contribuição para que possamos dar à Mercedes-Benz o primeiro título de Marcas”, afirma com entusiasmo Geraldo Piquet.

Para Geraldo, se não fosse os acidentes dele (quatro provas fora) e Cirino (três) no ano passado, a Mercedes já teria o título de Marcas. A Scania conquistou o título, com 164 pontos, seguida de Volkswagen, 138; Ford e Mercedes-Benz, 136; Volvo, 76; e Iveco, sem pontos. A vantagem da Scania sobre a Mercedes foi de apenas 28 pontos. “A realidade é como se um piloto ficasse sem marcar pontos em sete etapas, somando as provas que eu e o Cirino ficamos fora. Certamente teríamos somando mais de 28 pontos nestas provas”, explana Geraldo.

Sobre a prova de abertura da temporada deste ano, Geraldo entende que suas chances de estar no pódio são promissoras porque os caminhões Mercedes sempre andam bem naquele circuito. No ano passado ele quebrou, mas isto é coisa de corrida. “Vamos trabalhar para largar numa boa colocação no grid. Assim ficará mais fácil brigar pelas primeiras colocações”, finaliza Geraldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *