Truck: Piquet vence e é líder da Truck. Roberval, terceiro, fica fora da disputa pelo título

Piloto da Scania assume liderança com largada aplaudida, vai ao pódio pela sexta vez no ano admite superioridade técnica dos adversários.

Mesmo sendo um dos destaques da nona e penúltima etapa, neste domingo (9) no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão, Roberval Andrade está fora da disputa matemática pelo título do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. O piloto paulista terminou a corrida na cidade gaúcha em terceiro lugar. O brasiliense Geraldo Piquet, da Mercedes-Benz, venceu pela segunda vez no ano e assumiu a liderança da competição.


Quarto no grid, Andrade sabia que seu caminhão não oferecia condições tão competitivas quanto a dos adversários com quem dividia as três primeiras filas do grid. “Meu caminhão tem algumas deficiências para render tanto quanto o dos ponteiros. Em condições normais, eu não estaria entre os quatro primeiros no grid, consegui achar uma volta rápida no treino, arriscando um pouco, Por isso, tenho me dedicado muito às largadas”, comentou.


E foi na largada em Viamão que Andrade sobressaiu-se. O procedimento de início de corrida foi considerado confuso por grande parte dos pilotos. O piloto da Roberval Motorsport aproveitou o momento de indecisão de seus adversários, tomou a linha externa do traçado e assumiu a liderança. O paranaense Wellington Cirino, da Mercedes-Benz, líder da competição até então, tomou a mesma decisão e, com isso, saltou de sexto para segundo.


Piquet, segundo no grid, voltou à vice-liderança com uma ultrapassagem sobre o companheiro de equipe na sétima volta. Quatro voltas depois, assumiu o comando da corrida, chegando a tocar seu caminhão no Scania de Andrade, que reconheceu a lealdade na manobra. A partir daí, o brasiliense apenas administrou a vantagem para repetir a vitória que já havia comemorado na quarta corrida deste ano, disputada em Fortaleza no mês de julho.


A Roberval, que tem seu caminhão decorado nas cores de Scania, Knorr-Bremse, BorgWarner, Mann Filter, Guerra, Frum, Rodafuso, Tanesfil, Niju, Banco PanAmericano, KS, CCE, Intel e Consórcio Nacional Scania, restou a defesa do segundo lugar. Num dos duelos mais acirrados da etapa, perdeu a posição para o pole-position Felipe Giaffone, da Volkswagen, na 16ª volta. Terminou em terceiro, à frente de Renato Martins, também da Volks, e de Cirino.


“Minha única chance era ter uma largada eficiente. Foi assim que venci em Goiânia, e foi assim que assumi a liderança em Curitiba, mas lá perdi a vitória por causa de um pneu estourado”, lembrou Andrade. “Na minha condição atual, eu não teria condições de enfrentar os outros pilotos que foram ao pódio. Só tenho de cumprimentar o Piquet pela grande corrida que fez e parabeneizar a equipe dele, que evoluiu de uma maneira fantástica”, observou.


Com os resultados deste domingo em Viamão, Piquet assumiu a liderança do campeonato, agora com 154 pontos. Seu único adversário na luta pelo título é Cirino, que foi a 140. Andrade mantém-se em terceiro na tabela, com 122. A etapa que vai apontar o campeão está confirmada para 7 de dezembro no anel externo do Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, pista onde o novo líder da F-Truck conquistou vitórias nas duas últimas temporadas.


A corrida deste domingo no circuito misto mais veloz do calendário da F-Truck foi marcada, também, pelo acidente com Adalberto Jardim, que saiu da pista na 20ª volta, bateu forte na proteção de pneus e capotou. O piloto saiu ileso de seu caminhão Iveco e os exames empreendidos pela equipe médica comandada pelo doutor Daniel Gabriel de Morais, médico oficial da categoria, comprovaram que Jardim não sofreu nenhuma contusão.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *