Truck: Por quarta vitória em Interlagos, Roberval adia estreia de caminhão

Piloto da Scania Corinthians Motorsport mantém caminhão das primeiras etapas e promete reação na Truck

A quinta etapa conduz o Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck ao palco de seus eventos mais importantes, sob vários aspectos. A corrida deste domingo (25) vai confrontar os pilotos da categoria no Autódromo Municipal José Carlos Pace, no bairro paulistano de Interlagos, marcando o término da primeira metade da temporada 2010. A programação terá ainda corridas das argentinas Top Race V6 e Top Race V6 Júnior.

A etapa da Truck em Interlagos faz-se especial por vários motivos para os organizadores e para os pilotos. “Eu me entrego de corpo e alma quando a corrida é em Interlagos, é uma corrida toda especial para mim”, atesta Roberval Andrade, que pilota o caminhão número 100 da Scania Corinthians Motorsport. Vencedor de três corridas em Interlagos, ele enaltece que sua ligação com o evento nasceu em 1999, antes mesmo de se tornar piloto.

“Foi aqui que vi uma corrida de Fórmula Truck pela primeira vez. Lembro como se fosse hoje, estava de pé, do lado de fora da pista, junto do alambrado, e me apaixonei”, conta o paulista. Ele estreou na Truck em 2000 e ganhou a etapa paulista em 2004, 2006 e 2009. “Liderei cinco corridas em Interlagos, ganhei três. Houve uma vez em que perdi a vitória na última volta por causa de um problema mecânico. Sempre fui muito competitivo nessa pista”.

A temporada 2010 também tem mostrado competitividade de Andrade, que exibe no caminhão número 100, além do escudo do Corinthians, as cores de Scania, Knorr-Bremse, Guerra, Banco PanAmericano, Superpar, Mann, ZF, Ibero Eixos, Nino Faróis, KS, Frum, Fix Implementos, Truckvan, Tanesfil, Companhia Athetica e Yamaha. “Em quatro corridas, liderei três, mas ganhei só uma. Estamos com uma deficiência de regularidade”, ele admite.

A necessidade de reagir no campeonato demoveu o piloto de promover nesta etapa a estreia do caminhão F7. “Decidimos pela opção mais conservadora. Vamos adiar a estreia do F7, que é o sétimo caminhão construído pela equipe, e usar o F6”, confirma. “O que não tem mais volta e o uso do biturbo. Chegamos a um nível de desenvolvimento e de evolução suficiente para confirmar o uso das duas turbinas em todas as corridas”, acrescenta.

A programação da Truck prevê os dois primeiros treinos livres para sexta-feira, às 11h45 e às 14h45. No sábado (24) haverá mais duas sessões livres, às 8h45 e às 10h45, e o treino classificatório, a partir das 14h. A prova de domingo terá início às 14h10, com transmissão ao vivo da Rede Bandeirantes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *