Truck: Ramires explica acidente e diz que toque de Piquet o fez perder o controle

O piloto paulista Vinicius Ramires explicou na coletiva de imprensa realizada neste domingo (8) no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão, seu ponto de vista sobre o acidente que envolveu oito caminhões na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. Um toque entre ele e o brasiliense Geraldo Piquet no início da segunda volta resultou numa batida que envolveu oito dos 22 pilotos que largaram para a corrida, vencida pelo paranaense Leandro Totti, da Ford.

“Na curva Um, eu levei uma batida do Geraldo que acabou furando meu pneu traseiro esquerdo. Meu caminhão ficou descontrolado e na parte suja da pista. Tive que acelerar, que dar tração, para evitar que escapasse e batesse no muro. Eu ainda tentava controlar o caminhão, que estava dançando na pista, as imagens da televisão mostram isso claramente. Foi por causa disso que acabei atingindo a traseira do caminhão do Geraldo, eu ainda não tinha recuperado o controle”, relatou aos jornalistas.

Ramires e Piquet, que disputavam a quinta posição, bateram no muro. A ocorrência seguinte foi o envolvimento de Pedro Muffato, Débora Rodrigues, Renato Martins, Fabiano Britto, Luiz Zappelini e José Maria Reis num acidente múltiplo. A prova foi interrompida com bandeira vermelha e nenhum dos envolvidos teve condições de participar da segunda largada. Zappelini teve o joelho fraturado e, socorrido pela equipe médica coordenada pelo doutor Daniel de Morais, foi levado ao hospital.

Ramires nega ter havido qualquer intenção de atingir o caminhão de Piquet. “No primeiro toque, eu perdi o controle, saí do traçado ideal e vi que ele atacou por dentro, é lógico que não iria tentar impedir a ultrapassagens naquelas condições. Não é da minha índole transformar uma disputa em atitudes como essa. Tenho certeza de que, no lance anterior, o Geraldo também não teve intenção de me atingir”, frisa. “Peço desculpas à categoria pelo episódio, mas não acho que haja culpados”, acrescentou.

“No ano passado, fiz o campeonato inteiro sem me envolver em um acidente, sequer, e o resultado disso foi a conquista do vice-campeonato. Neste ano, a sorte não tem me acompanhado”, lamenta. A direção de prova puniu Ramires com a desclassificação da etapa de Tarumã e com multa de 50 unidades penalizadoras, que totalizam cerca de R$ 5.000,00. “Eu não vim de Sorocaba até aqui para bater o caminhão. O que houve foi uma fatalidade daquelas a que o automobilismo está sujeito”, definiu.

Totti largou da pole e venceu de ponta a ponta a conturbada etapa gaúcha. O paulista Roberval Andrade, da Scania, terminou em segundo. O pódio teve, ainda, o paranaense Wellington Cirino, da Mercedes-Benz, o pernambucano Beto Monteiro, da Ford, e o paulista Felipe Giaffone, da Volkswagen. Andrade e Monteiro dividem a liderança do campeonato com 32 pontos. Cirino tem 29. Piquet e Totti dividem a quarta posição, com 28. A próxima etapa está marcada para 20 de maio, no circuito paulista de Interlagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *